Partido comunista diz relaxar politica do filho unico
Partido Comunista diz relaxar política do filho único

O Partido Comunista da China anunciou que flexibilizará o controle da natalidade da população, a “política do filho único”, que dizima o país há 34 anos, informou a“Folha de S. Paulo”.

A decisão e outras ordens emitidas pelo Comitê Central do Partido Comunista chinês, na primeira reunião geral sob o comando do novo presidente Xi Jinping, foi divulgada pela agência de notícias estatal Xinhua.

Segundo a Xinhua, os casais estão autorizados a ter dois filhos, se um dos cônjuges for filho único.

O argumento do Partido Comunista obedece à mesma lógica materialista ditatorial: a planificação econômica. O comunismo precisa aumentar a taxa de fertilidade porque o crescimento está caindo pela aplicação da política familiar.

O Comitê Central do PC calculou que o país precisa ter uma população de 1,5 bilhão em 2030. Os indivíduos e as famílias pouco importam, o único que tem importância é a planificação comunista da economia.

Outro problema é a desproporção entre a população masculina e a feminina. Em 2012, havia 118 homens para cem mulheres. O desequilíbrio estimula o homossexualismo e a compra e venda de mulheres, inclusive “importadas” de países vizinhos.

Isso também dificulta os casamentos futuros. A intenção é reduzir nas próximas décadas essa taxa para a média de 103 e 107 homens para 100 mulheres.

Os especialistas, com critérios de análise não muito diversos do PC, não deram muito relevo à decisão. Eles acham que a “bomba demográfica” que ameaça derrubar a ordem do país inclui muitos outros fatores já difíceis de administrar. Notadamente o envelhecimento da população.

A lei da planificação familiar vem sendo aplicada com extremos de desumanidade desde 1979 e teria impedido 400 milhões de crianças de nascer.

Politica fiho unico cortou a existencia de 400 milhoes
“Política do filho único” cortou a existência de 400 milhões

Na prática, essa planificação funciona como um dos instrumentos de repressão e controle da população. Qualquer que seja o que está escrito na lei, os agentes do partido praticam multas extorsivas que podem ser altíssimas, dependendo do caso. Por sua vez, as famílias que subornaram os administradores comunistas podem ser punidas a qualquer momento e perderem os filhos “a mais”.

Segundo Wang Feng, diretor do Centro Brookings-Tsinghua de Políticas Públicas de Pequim, a amenização anunciada só vai atingir 10 milhões de casais. Quer dizer, uma fração mínima dos 1,3 bilhões de habitantes do país. “Isso não vai afetar muita gente e não vai gerar nascimentos suficientes para inverter as tendências demográficas da China”, disse.

A China envelhece inexoravelmente após três décadas de perseguição aos nascimentos. A população em idade de trabalhar diminui pela primeira vez desde as chacinas em massa da Reforma Agrária e do Grande Salto de Mao Tsé Tung.

De um lado a esterilização forçada atingiu um número incalculável de mulheres, e de outro, o custo de vida tornou quase impossível manter os filhos nas grandes cidades onde estão instaladas as fábricas que exportam para o mundo inteiro.

A lei “continua a limitar estritamente os direitos à procriação” de grande parte da população e “a reforma não acena com nenhuma mudança” para limitar os abusos dos administradores comunistas locais, deplorou Nicolas Bequelin, pesquisador da ONG Human Rights Watch de Hong Kong.

Em suma, a cruel metodologia anti-vida do regime marxista chinês continua igual. Ela agora está apenas maquiada por uma lei enganosa a serviço da propaganda maoísta.

Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

 

5 COMENTÁRIOS

  1. Na política do filho único, quem mais sofre é este filho. Quando seus pais chegam na velhice, ele tem que cuidar sozinho dos velhos porque não tem irmãos, e as vezes cuidar de tios e avós além dos pais. Li isto num site que revela a situação da China do homem filho único, depois de trabalhar a vida inteira para o regime, ainda tem que cuidar sozinho dos idosos. Muitos chineses não conseguem nem casar porque não tem mulher (foram abortadas). E as crianças legalmente adotadas por casais homossexuais, também futuramente deverão cuidar, ou de dois pais ou de duas mães. Que Deus proteja nossas crianças. Esta lei que permite essas adoções, já são também pensando na velhice, visto que, conforme a natureza não podem gerar filhos.

     
  2. Concordo com todos comentários anteriores. Existem outros países que também desrespeitam os Direitos Humanos Como: Correia do Norte, e vários países do Mundo Árabe. Contudo a China desses é o único que vem se desenvolvendo industrialmente e tecnologicamente. Tal desenvolvimento não repercute para a melhoria de vida da população, e somente uma minoria usufrui desses benefícios. É de se ressaltar que a China e outros países desse bloco anti humanitário possuem poder bélico atômico. Coisa que nenhum pais deveria ter.

     
  3. “A China envelhece inexoravelmente após três décadas de perseguição aos nascimentos” uma consequência que mais um castigo por violar as lei natural. Os valores morais são a salvaguarda do homem e da nação. No Brasil, na China e no mundo onde esses valores morais são sistematicamente violados por meio de leis que a contrariam só pode atrair desgraças.

     
  4. Minha opinião:
    Quando jovens parece,os movimentos em prol ao combate aos opressores às classes empobrecidas atraem militantes. Penso que sempre as lutas em defesa dos mais fracos e oprimidos sempre será sob o ponto de vista religioso, a vontade de Deus.
    Alcançado a idade madura, o discernimento passa a indicar as mazelas também de tais regimes observadores de controle total da população.
    Em nosso país, essa avalanche de atos de corrupção praticadas por membros do governo faz desabar qualquer crença na probidade e lisura de caráter desses membros com poder de decisão. Enfim, somos levados à descrença até na providência de Deus no amparo dos seus filhos adotivos, nós humanos capazes de livre arbítrio.
    Quanto a este artigo, fica ao menos para mim, uma sensação de dúvida:
    Se por um lado o controle da natalidade se faz para atender as necessidades sociais suportadas por dinheiro público equitativamente o que não deixa de ser um ato de responsabilidade administrativa de governo, por outro, paira essa dúvida do fortalecimento do aparelho estatal para fazer-se cumprir a vontade exclusiva do Estado sem contestação.
    Na ótica oposta a essa idéia do deus mercado que tudo pode e passa a ser unicamente ele o regulador econômico, cujas metas e números elaborados têm de seguir plenamente o programa de governo, também é questionável.
    Enfim, nós, cidadãos que não temos acesso às informações reais de política econômica de governo ansiamos por informações abalizadas.

    Renan:
    PARA COMEÇAR, TODO INFORME DE UM PAÍS COMUNISTA É FALSO, MAQUIADO.
    Antes de mais nada, as noticias são sob o seguinte, de Stálin: NÃO SE TEM QUE DAR NOTICIAS, MAS EDUCAR AS MASSAS – para os comunistas, o povo é uma manada de bovinos pasto afora, nada mais, nada menos e tudo tem que prioritariamente atender os interesses do partido, e ao ser divulgado para o público sempre sai colorido, cor de rosa, mas a realidade é outra muito diferente, senão tudo pelo contrario.
    Aqui no Brasil o sensacionalismo que o TERRORISMO INTELECTUAL não só de agredir duramente quem se oponha ao regime do PT ou sobre de como vai maravilhosamente o Brasil é um dos exemplos: tudo ao contrario, maquiagem de dados e realidades, inclusive já disse Dilma, de combate à corrupção; só mesmo os filhos de Satã de fazer uma coisas dessas na maior cara dura.
    Em tempo: os eleitores são esses entes humanos lá em cima, graças aos alienados é que fazem essas ações, portanto merecem repreensões tanto quanto!

     
  5. PARA COMEÇAR, TODO INFORME DE UM PAÍS COMUNISTA É FALSO, MAQUIADO.
    Antes de mais nada, as noticias são sob o seguinte, de Stálin: NÃO SE TEM QUE DAR NOTICIAS, MAS EDUCAR AS MASSAS – para os comunistas, o povo é uma manada de bovinos pasto afora, nada mais, nada menos e tudo tem que prioritariamente atender os interesses do partido, e ao ser divulgado para o público sempre sai colorido, cor de rosa, mas a realidade é outra muito diferente, senão tudo pelo contrario.
    Aqui no Brasil o sensacionalismo que o TERRORISMO INTELECTUAL não só de agredir duramente quem se oponha ao regime do PT ou sobre de como vai maravilhosamente o Brasil é um dos exemplos: tudo ao contrario, maquiagem de dados e realidades, inclusive já disse Dilma, de combate à corrupção; só mesmo os filhos de Satã de fazer uma coisas dessas na maior cara dura.
    Em tempo: os eleitores são esses entes humanos lá em cima, graças aos alienados é que fazem essas ações, portanto merecem repreensões tanto quanto!

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome