Massimo Bitonci com crucifixos para instituições da prefeitura de Pádua.
Massimo Bitonci com crucifixos para instituições da prefeitura de Pádua.

O prefeito da cidade de Pádua, Massimo Bitonci, dispôs que a municipalidade distribua um crucifixo que será afixado obrigatoriamente em cada escola e dependência governamental, noticiou Christian Action Network.

“Tirem as mãos dos crucifixos ou vai ter problema”, disse o prefeito da cidade do santuário de Santo Antônio, quando uma decisão de um tribunal europeu – logo revogada – tentou banir as cruzes e os sinais católicos dos prédios públicos italianos.

“Tirem as mãos dos crucifixos ou vai ter problema”.
Massimo Bitonci, Prefeito de Pádua.

Agora Massimo Bitonci se engajou numa “nova cruzada” pelos crucifixos em escolas e prédios públicos. E ao mesmo tempo interditou as orações maometanas neles.

Uma coisa puxa a outra, e as duas práticas religiosas não podiam coexistir, dada a militância dos islâmicos contra os cristãos e o respeito da dignidade do instrumento da Redenção que o Islã odeia especialmente.

“Agora, em todos os prédios e escolas haverá obrigatoriamente um belo crucifixo doado pela municipalidade. E ai de quem mexer neles”, escreveu o prefeito em sua conta de Facebook.

Acompanhando o anúncio, Bitonci postou uma foto em que ele aparece segurando um crucifixo junto a um grupo de pessoas. Em 2009, quando era senador, Bitonci promoveu a distribuição de crucifixos em Abano Terme, na mesma província de Pádua.

Ele também interditou as orações do Ramadã islâmico nos prédios públicos. O prefeito anterior havia autorizado que os maometanos se reunissem num ginásio.

Mas o prefeito acenou para o cancelamento da concessão, porque os “ginásios só devem ser usados para esportes e educação da juventude. A nova administração não mais autorizará esse tipo de atividades (orações muçulmanas) nos ginásios municipais” caso haja transgressões aos regulamentos municipais, como perturbação da paz pública ou problemas de segurança.

10 COMENTÁRIOS

  1. Maria da Penha, o estado é laico aqui, não na Itália. vc conhece as leis italianas ? Quem disse que dá cadeia ? O prefeito está certo sim, sou filho de árabe , sou cristão, na grande maioria dos países muçulmanos, não pode ter igrejas cristãs, em muitos os cristãos são assassinados, então porque tolerar muçulmanos em nossa sociedade predominantemente cristã ? Porque tolerar as mesquitas deles ?

  2. Quem quiser falar que fale, mas a Igreja Católica é o berço da civilização e moralidade, sem esses sinais Católicos a nossa sociedade estará perdida, agiu certo prefeito.

  3. Sem dúvida que precisamos manter is símbolos religiosos cristãos. A não aceitação destes símbolos até mesmo pelos evangélicos deixa as igrejas vulneráveis aos desordeiros e aos anticristos.!!!!!!!

  4. Bravo! Prefeito corajoso, agindo assim, corta-se o mal pela raiz!
    Parabéns, assim deveriam agir todos aqueles que amam a Cruz de Cristo, símbolo da nossa salvação e libertação!

  5. Angola, prevendo no futuro a violência maometana, proibiu a construção de mesquitas e a demolição das existentes. Um belo exemplo para a realidade presente e futura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome