Santo Antonio Claret.

A queixa do título é de um jornal anarquista[1], portanto revolucionário, que atribui a um Padre o fato de a Revolução não ter entrado na importante região em que exercia seu apostolado.

Essa crítica é um grande elogio. Esse padre foi um contra-revolucionário, como o atesta a queixa anarquista; ele era extremamente popular e influente.

O leitor gostaria que seu vigário fosse assim? Que nossos altares se povoassem de padres combativos e contra-revolucionários como este?

Outra parte de sua biografia: ele foi a Roma e teve uma reunião com cardeais e bispos, e aconteceu algo que o desagradou tanto que ele teve uma ameaça cardíaca, devido à indignação.

Esse padre não é outro senão o grande Santo Antonio Claret, como a esta altura muitos terão percebido. A apreciação do anarquista tem valor porque é insuspeita, pois provém de um provável ateu que presumivelmente não gostava do santo, e mesmo assim diz dele coisas elogiosas, para quem não é anarquista, bem entendido.

O anarquista prossegue: “Isso não foi o pior. Sua residência em Madri, foi uma verdadeira catástrofe para o movimento revolucionário espanhol”.

São Claret era prodigiosamente ativo. O exemplo de São Paulo, que ele assim descrevia, animava-o: “Como corre de uma parte a outra, levando, como vaso de eleição, a doutrina de Jesus Cristo! Ele prega, escreve, ensina nas sinagogas, nos cárceres e em todas as partes; trabalha e faz trabalhar oportuna e inoportunamente; sofre açoites, pedras, perseguições de toda espécie, calúnias as mais atrozes”.

Fundou a importante Congregação Missionária dos Filhos do Coração Imaculado de Maria, os claretianos.

Já em 1861, como confessor da Rainha Isabel II, ele diz: “o Senhor me fez conhecer os três grandes males que ameaçavam a Espanha, e são: o protestantismo, ou melhor, a descatolização, a república e o comunismo”.[2]

Afirma Plinio Corrêa de Oliveira: Ele “fez a rainha, revolucionária voltar-se contra a Revolução, o que teve como conseqüência  a destituição dela”.[3]

Foi para Cuba. “Na primeira missão que pregou em Cuba o fruto foi tão grande, que 40 confessores não foram suficientes para atender todas as confissões. A comunhão geral, distribuída por três sacerdotes, durou seis horas! Somente nessa missão, foram legitimados 8.577 matrimônios”.[4] Saindo de Cuba, onde foi Bispo, previu toda a tragédia da ilha.

Participou do Primeiro Concílio Vaticano, que proclamou a infalibilidade pontifícia.

Faleceu no dia 24 de outubro de 1870, no mosteiro cisterciense de Fontfroide (França), sendo canonizado por Pio XII em maio de 1950.


[1] Jaime Brossa, diretor de El Diluvio.

[2] Plinio Maria Solimeo, na revista “Catolicismo”.

[3] Conferência em 23.10.1966.

[4] Plinio Maria Solimeo, ibid.

Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

 

9 COMENTÁRIOS

  1. Peço desculpas de ter deixado um ponto de interrogação no final de meu comentário. Dr. Plínio Corrêa de Oliveira ensinou-me que a dúvida é um estado doentio da alma, e devemos fazer tudo o que está em nós para nos curar desta doença.
    Sem dúvida estamos em uma situação extrema. Todos nós, sem excessão.
    É imprescindível uma atitude correta interna, face a nossa consciência, e, diante dos fatos que nos rodeiam. A bússola é a moral católica de sempre, e um conselheiro que nos indique o passo-a-passo deste caminho. Nosso Senhor mesmo disse que êle é estreito.
    Os componentes do Instituto Plínio Corrêa de Oliveira tem os nomes dos sacerdotes que ajudarão, de boa vontade, àquêles que se dispuserm a tomar esta Cruz.

     
  2. Às vêzes eu fico pensando: “o que poderia fazer um sacerdote verdadeiramente zeloso da glória de Deus e salvação das almas em uma cidade como São Paulo, tendo tudo contra si, sobretudo superiores que são o contrário do que deveriam ser, e fazem o contrário daquilo que deveriam fazer. É um problema gravíssimo, e certamente de difícil solução. Veja, por exemplo, a Rainha Isabel convertida por Santo Antônio Maria Claret, que devido a sua conversão, foi destituida do trono”.
    Um sacerdote assim, certamente, ser-lhe-ia tirada a paróquia. Se agisse na clandestinidade seria desacreditado, punido com a excomunhão.
    O que fazer?

     
  3. Lendo os comentários feitos, vejo que não estou só na minha preocupação com o rumo que estão tomando as coisas de DEUS. O comunismo revestido de uma democracia “falsa” estende os seus tentáculos sobre os membros da Igreja ferindo os ensinamentos de Jesus, da família de Nasaré, das verdades que sempre nortearam o homem e a mulher. O que será da criança que vai crescer nesta confusão de hj? Só com muita oração para que os homens voltem-se para os valores cristãos que sempre foram os alicerces da humanidade.

     
  4. ter símbolos relgiosos dentro de casa, no carro (rosario ou adesivos), no local de trabalho, quando não é impedido tem várias funções: a primeira revela que você é católico, a segunda que protege contra malefícios espirituais, a terceira mostra o teu amor a Deus e a Igreja e a quarta, esta sim é importante: quando você coloca um símbolo religioso, você está EVANGELIZANDO sem palavras (de forma visual): um crucifixo por exemplo que alguém vê dentro da sua casa, corresponde mais ou menos umas dez páginas da bíblia e você está pregando sem falar nada. É o contrário dos protestantes, que são contra imagens que precisam falar demais da Bíblia, estes colocam como enfeite a própria bíblia, mas os católicos colocam enfeittes do que est´pa dentro da bíblia. Evangelize com palavras ou sem palavras. Conheci professores de Artes, evangélico até, que mostravam um quadro (não sacro) às crianças e dizia: Olhem para esta obra de arte, vocês precisam refletir, pois ela está querendo dizer alguma coisa sobre vocês mesmos, etc. Se umquadro obscuro, o poróprio professor diz que quer dizer alguma coisa: Então uma escultura, quadro etc FALA E DIZ ALGUMA COISA. Católico deve dentre os enfeites e decoração de sua casa ter entre elas um enfeite religioso.

     
  5. Enquanto isso nos dias atuais conheço uma pessoa que afirma orar a Deus todas as noites antes do sono mas durante o dia não o reconhece pois que se nega a colocar em seu local de trabalho um crucifixo que está guardado numa sala de material descartado com o argumento que “mesmo eu sendo o chefe colocar esse crucifixo de volta na parede vai dar muita polêmica e serviço público é serviço público!

     
  6. Bom! O que dizer. Aquilo que estava previsto para Cuba, aconteceu. São os tentáculos do regime comunista que se estendeu sobre o mundo. Aquilo que Nossa Senhora pediu em Fátima foi desprezado. A consagração da Russia ao seu Coração Imaculado era fundamental, para que esses erros não espalhasse por todo planeta. Hoje sofremos as consequências. Aquilo que Santo Antonio Claret previu para Cuba, pode ser estendido para nós aqui no Brasil.
    Só não contava o santo, que dentro da própria Igreja, se infiltrariam militantes comunistas como seminaristas, que se tornaram padres e bispos, os assim chamados TL. dividindo a Igreja, abalando até os seus fundamentos. Diante de todos esses horrores que assistimos estarrecidos, só nos resta a esperança de uma intervenção Divina, para mudar essa situação, pois a grande maioria dos povos tem sua parcela de responsabilidade por esse caus que se fomenta por de traz de uma falsa democracia. Tal como aconteceu em tantos países que agora tem o marxismo como doutrina e não mais a doutrina de Jesus Cristo. O cristianismo foi substituído pelo laicismo. Mesmo aqui, num país que tem um povo que se diz cristão, é responsável pela ascensão, dessa militância comunista no poder.
    Rezemos por eles para que se converta e viva, e não sejam condenados, com os bodes, que não precisa de Deus.
    Salve Maria!

     
  7. O intelecto não compreende o espiritual. Não é a inteligência que descortina a realidade de Deus, mas as “coisas espirituais se discernem espiritualmente”, cf. I Coríntios 2.14. Há séculos já, a intelectualidade ocidental renunciou a Cristo. Não existe prova intelectual, argumentação ou lógica, que supere esse divórcio. A missão da Igreja não é discutir, mas demonstrar com sua vida, o amor e o acolhimento de Deus para com a humanidade. Precisamos pagar o preço de sermos, nós mesmos, um Claret, uma Louise de Tronchay, um Paulo, um CRISTO, cf. nos diz novamente Paulo em I Coríntios 11.1: “Sede meus imitadores como eu sou de CRISTO”.

     
  8. Biografia impressionante! Como a Igreja necessita de mais homens assim ou de mulheres como Louise de Bellère du Tronchay. O próprio Aldous Huxley, um agnóstico, emocionado com as cartas dela a seu confessor em Paris, a chama de “criatura excepcional”: “Quando,…, Louise de Tronchay veio finalmente trabalhar no hospital de Loudun, tornou-se imediatamente a inspiradora de uma vida espiritual intensa e ardente. Gente de todas as idades e classes sociais afluía em multidão pra que lhes falasse sobre Deus, e para que os aconselhasse e ajudasse”.

    HUXLEY, Aldous – Os Demônios de Loudun. Círculo do Livro, São Paulo, pg 11.

     
  9. Inicialmente, quero parabenizar Léo Daniele, pelo muito bem elaborado texto. Em segundo
    lugar destacar que, o presente momento em que vivemos nos faz notar semelhanças com
    a época em que viveu Claret, senão vejamos:
    A MÍDIA:
    Por ser VENAL, distorce informações, fazendo com que se acentue a INVERSÃO DE VALORES ou seja, o “errado” passa a ser o “certo”, o “imoral”, “moral”, o “aético”, “ético”, certamente
    podendo se dizer que hoje vivemos uma DITADURA ANÁRQUICA. Lógico que, ao confrontarmos com o “modêlo proposto”, causamos indignação e assim tornamo-nos objeto de escárnio, de calúnia e difamação, (senti isso na pele ao enfrentar uma narco-quadrilha, e
    acho que a esse fato se dá o nome de “bullyng”, quando o correto seria que os narco fossem para trás das grades).
    SISTEMA POLÍTICO:
    Já na qualidade de confessor de uma rainha, Claret declara que a descatolização, a república e o comunismo eram a grande ameaça à Espanha. Ora !!! Todos sabemos que a
    partir das alterações realizadas na Carta Magna Brasileira por Getúlio Vargas e a bancada
    comunista liderada por Jorge Amado, só fizeram denegrir o CRISTIANISMO, a República e o
    BRASIL no seu todo. O triste é ver e saber que até os nossos dias fala-se de Getúlio como
    um “grande-líder”, sabendo-se que era um tirano com estereótipos bem diferentes, o ex.
    maior disso se dá quando alia-se a americanos e favorece e parabeniza nazistas. Cabe ainda RELEMBRAR o salmo 109/108 :17 – ELE AMOU A MALDIÇÃO:QUE ESTA RECAIA SOBRE
    ELE. Aí, refiro-me a Cuba, notem que, a pregação de Claret, se, no primeiro momento causou conversões, legitimação de matrimônios, batismos e tudo o que se refere a CRISTANDADE, o exemplo de São Paulo, seguido por Claret, tornou-se vazio quando um século após, (1861 / 1960), Cuba adotou o comunismo com concordância popular.
    TENTANDO EVITAR a queda no mesmo erro, venho através da crítica colocando o seguinte;
    “COMUNISMO E MISÉRIA ANDAM DE MÃOS DADAS, SABENDO-SE AINDA QUE, HÁ AVE RARA QUE NÃO VOA.
    PAZ E BEM À TODOS.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome