Ao banir a Huawei e a ZTE, a Suécia chama a China de uma ameaça à segurança nacional. Mais nações do Mundo Livre vão abrindo os olhos para a realidade: a China, governada pelo PCCh, não é uma Nação transparente, livre, leal.

China, uma das maiores ameaças à segurança nacional da Suécia

Notícia de scmp.com: “O regulador de telecomunicações da Suécia disse na terça-feira que estava proibindo a Huawei e a ZTE de construir novas redes 5G no país depois que autoridades consideraram a China uma das maiores ameaças à segurança da Suécia.”

“A proibição sueca, na terça-feira, da Huawei Technologies e ZTE Corp de suas redes 5G – que já atraiu uma forte repreensão de Pequim – não surpreendeu os observadores.

“É a referência direta à China como uma ameaça à segurança nacional que o fez.
Por sua vez, Pequim parece pronta para tomar medidas retaliatórias, lançando dúvidas sobre os negócios futuros na China para a gigante sueca de telecomunicações Ericsson, a rival mais próxima da Huawei em tecnologia 5G.”
De acordo com o governo sueco, o regulador de telecomunicações do país, PTS, deu às empresas que participam do leilão de espectro no próximo mês o prazo de 1º de janeiro de 2025 para remover os equipamentos Huawei e ZTE de sua infraestrutura existente.”

***

Nosso Site já publicou o revés da Huawei no coração da Europa: “Huawei abandonou o coração da UE e a Nokia venceu contratos 5G da Bélgica”.

Agora chegou a vez da Suécia expurgar-se das influências deletérias da Huawei.

Reuters, STOCKHOLM / PARIS — “Orange e Proximus escolheram a Nokia para ajudar a construir redes 5G na Bélgica” sendo derrotada “a Huawei em meio à pressão dos EUA para excluir a empresa chinesa de fornecer equipamentos de telecomunicações essenciais.”

***

Oportuna lição para nós, brasileiros, nos opormos às tentativas dos governadores petistas e do falso Centrão que propugnam acordos com a Huawei 5G, sabidamente uma espiã ao serviço do PCCh.

Fonte: https://www.scmp.com/news/china/article/3106358/banning-huawei-and-zte-sweden-calls-china-national-security-threat

Deixe uma resposta