A Lei de Segurança Nacional imposta pelo PCCh a Hong Kong (governada por Carrie Lam, pró Pequim) provocou justas indignações no Mundo Livre. No primeiro dia de vigência 370 hongkonqueses são detidos. E … serão julgados por Pequim? https://ipco.org.br/370-hongkongueses-presos-e-a-liberdade-de-expressao-nao-vale-para-a-china-pcc/

Cuba, lacaia de Pequim, entrou com uma Resolução no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas em Genebra, elogiando a China pela aprovação da Lei de Segurança Nacional de Hong Kong.” Apoiada por Venezuela, Nicarágua, Coreia do Norte, Irã …

***

Vamos às reações contra mais essa violação dos direitos fundamentais da pessoa humana, os direitos dos hongkongueses, assegurados pelo Acordo Reino Unido-Pequim, em 1984, que vigorará por 50 anos.

Informa TheEpochTimes:  “Uma tragédia global”: Think Tanks em 39 países denunciam a lei de segurança de Hong Kong e pedem resposta internacional.”

“Um grupo internacional de Think Tank de 39 países assinou uma carta em apoio ao povo de Hong Kong e condenou as ações do Partido Comunista Chinês por impor uma lei draconiana de segurança nacional à cidade.”

“Estamos com o povo de Hong Kong enquanto tentam proteger suas liberdades e direitos e acreditamos que uma forte resposta global é crítica”, diz a carta, assinada por organizações membros da Rede de Liberdade Econômica do Mundo, liderada pela Rede Canadense Instituto Fraser.

Lei de Segurança Nacional viola o Acordo UK-Pequim

“A lei, que viola diretamente o princípio “uma nação, dois sistemas”, criminaliza os indivíduos por quaisquer atos de subversão, secessão, terrorismo e conluio com forças estrangeiras, com penas máximas de prisão perpétua.”

Lembramos que acordos com o PCC, acordo com os comunistas são “farrapos de papel” que Pequim rasga quando lhe convém. Confere.

“Lançada em 3 de julho, a carta pede uma “resposta global” para lidar com a deterioração da situação em Hong Kong.

“Esta é uma tragédia global”, disse ao Epoch Times Fred McMahon, presidente da pesquisa sobre liberdade econômica do Dr. Michael A. Walker, do Instituto Fraser.

“É uma mentira do acordo do PCC [Partido Comunista da China] de respeitar o acordo de um país, dois sistemas. Diz a todos que ainda não receberam a mensagem de que qualquer tratado com o CPC é inútil “.

***
“Em 1º de julho, um dia após a entrada em vigor da lei, milhares de manifestantes foram às ruas de Hong Kong para se manifestar contra, com a polícia prendendo cerca de 370. Dez foram presos por suspeita de violar a nova lei.

“Com esta carta, apoiamos o povo de Hong Kong na luta por preservar o direito e a liberdade.”

***

Mais uma lição atual para os simpatizantes de Xi Jinping no Brasil.  Com a palavra os governadores do PSDB e PT tão defensores de nossa dependência da China. Ou os chamados “direitos humanos” não valem para a ditadura do PCC?

Alerta!

Fonte: https://www.theepochtimes.com/a-global-tragedy-think-tanks-in-39-countries-denounce-hong-kong-security-law-call-for-international-response_3410620.html

Deixe uma resposta