Divulgar fotos e produzir manchetes incendiárias sobre a invasão do Capitólio já enchem as páginas da Midia. Nosso Site abordou a infiltração de BLM e Antifa na invasão.

Nem poderia deixar de ser que a esquerda perdesse essa ocasião de explorar a censurável invasão do Capitólio para tentar o impeachment de Trump, retirar seu poder sobre armas nucleares. Tentar inclusive, junto a Pence, a destituição do Presidente.

Um ano de saques, incêndios e mortes estão a clamar

Um documentado artigo de LifeSiteNews nos recorda os crimes de Antifa, BLM, o silêncio dos democratas, e a cumplicidade da Midia. Vejamos.

“Janeiro, 8, 2020 (LifeSiteNews) – A mídia, grupos empresariais, democratas e muitos republicanos se apressaram em condenar a violação desimpedida dos EUA na quarta-feira. O edifício do Capitólio como uma “insurreição”.

Já emitimos nossa opinião: “não há dúvida de que (alguns) partidários de Trump entraram criminalmente no Capitólio e se comportaram de forma abominável. Todos os que violaram o perímetro de proteção inadequado devem ser processados ​​de acordo com a lei.” Quanto às centenas de milhares que ocuparam as cercanias do Capitólio, em pacífica demonstração de descontentamento, só demonstram a popularidade do Presidente.

Continua LifeSiteNews: “Como alguns apontaram, pouca ou nenhuma censura da maioria desses grupos resultou de numerosos assassinatos e destruição urbana sem precedentes no ano passado por manifestantes de esquerda, que muitas vezes foram incitados diretamente por líderes democratas.

“Um policial do Capitólio morreu tragicamente, supostamente devido às ações de algumas pessoas no comício pró-Trump na quarta-feira, embora deva ser notado que saqueadores e agitadores em distúrbios de Black Lives Matters repetidamente, deliberadamente mataram alvos de sua raiva.”

Histórico das depredações, saques, incêndios, homicídios por BLM e Antifa

“Em um comício em Portland em agosto passado, anarquistas “antifascistas” assassinaram o manifestante pró-Trump Aaron “Jay” Danielson e celebraram o assassinato. “Ele era um maldito nazista! Nossa comunidade se manteve firme ”, pode-se ouvir uma mulher gritando em resposta ao assassinato. A governadora do Oregon, Kate Brown, culpou os apoiadores de Trump pela violência.

“Várias pessoas, incluindo o policial idoso aposentado David Dorn e um pai desarmado de Chicago, foram mortos a tiros durante saques que eclodiram após a morte de George Floyd em maio. Um total de 25 americanos foram mortos em meio a “manifestações políticas” ou como resultado de “agitação política”, em 2020, de acordo com o Armed Conflict Location & Event Data Project.

Lesão em quase 1000 policiais

“Motins durante o mês de maio e o início de junho levaram à lesão de quase 1.000 policiais em questão de semanas.

“Em um tumulto do Black Lives Matter no interior do estado de Nova York, por exemplo, uma mulher fortemente embriagada com teste positivo para cinco drogas diferentes arremessou seu carro através de uma fila de policiais, estilhaçando uma de suas pélvis, enquanto um passageiro atirou pela janela Ela foi libertada da custódia federal.

“Centenas de “protestos” violentos, até 95% deles vinculados ao Black Lives Matter, causaram entre US $ 1 a 2 bilhões em danos à propriedade nos Estados Unidos apenas entre 26 de maio e 8 de junho. Os distúrbios continuaram em 2021 em vários EUA. cidades.

“O número de estruturas fechadas com tábuas ou destruídas que vi em todo o país – comerciais, governamentais e até residenciais – é impressionante, e manter uma contagem precisa tem sido impossível”, disse o jornalista investigativo Michael Tracey, que fez uma cruz viagem ao país no verão para documentar os destroços.

“Seria quase trivialmente fácil ir para Minneapolis, Chicago ou Seattle e entrevistar um proprietário de uma pequena empresa imigrante que estava ‘vivendo o sonho americano’, mas cujas perspectivas de vida agora foram seriamente perturbadas, se não totalmente destruídas,” Eu adicionei.

O dano feito por qualquer manifestante de Trump no Capitólio ontem – que parece estar confinado principalmente a portas e janelas – não pode ser comparado.

“Em Seattle, manifestantes do Black Lives Matter invadiram o departamento de polícia local e apreenderam seis quarteirões da cidade no ano passado, levando a dois homicídios e um aumento nos estupros locais. Mais tarde, eles tentaram isolar a polícia de Seattle dentro de uma delegacia e queimá-los vivos.

“Os bandidos da Antifa e do Black Lives Matter incendiaram a prefeitura de Portland e devastaram um tribunal federal e o sindicato da polícia local, entre outras coisas, durante sete meses consecutivos de agitação. Enquanto os manifestantes entravam nos EUA No Capitólio, ontem, centenas de pessoas, algumas armadas com armas longas, silenciosamente continuaram uma ocupação contínua de uma parte do centro de Portland chamada “Casa Vermelha”.

“Agitadores explodiram fogos de artifício em um edifício ICE em Atlanta. Eles jogaram “pedras, bolas cheias de tinta de cerâmica e garrafas de água congelada” em um tribunal federal e em outro prédio federal em Oakland.

Motins em Kenosa

“Motins ligados ao Black Lives Matter contribuíram para mais de US $ 50 milhões em danos na sonolenta Kenosha, Wisconsin, depois que a polícia matou um homem negro armado que tirou um taser e resistiu à prisão.

“No meio da crise do COVID-19, desordeiros e saqueadores até mesmo atacaram farmácias, roubando ou destruindo cerca de 150 delas apenas na Filadélfia.

Vandalização de Estátuas de Santos e Personalidades

“Além disso, Black Lives Matter e ativistas aliados rejeitaram ou vandalizaram dezenas, senão centenas, de estátuas e outros monumentos históricos, incluindo memoriais em homenagem aos primeiros respondentes, santos católicos, soldados afro-americanos e vítimas do genocídio armênio.

“Eles profanaram o Lincoln Memorial e o Memorial da Segunda Guerra Mundial, incendiaram a histórica igreja de São João e forçaram a entrada na sede da AFL-CIO em D.C., incendiando-a por dentro.”

***

BLM fez agitações nas ruas em favor da contagem até o último voto.

Ai estão os dados aguardando o julgamento da Midia, dos democratas.

Os invasores do Capitolio estão presos e serão julgados. Aguardamos a punição de Antifa e BLM, que não são movimentos populares mas agitadores profissionais.

***

Protestos da Esquerda contra a confirmação de Brett Kavanaugh

Ainda LifeSiteNews: “Dois anos antes, agitadores de esquerda invadiram o átrio do Edifício Hart do Senado perto do Capitólio para protestar contra a confirmação do juiz da Suprema Corte, Brett Kavanaugh.

“Eles também cercaram a Suprema Corte, batendo e arranhando as portas externas antes da posse do juiz Kavanaugh.

“Em novembro, Shutdown DC, o grupo de radicais afiliados ao Black Lives Matter que assediou a família do senador republicano Josh Hawley no início desta semana, antecipou o “bloqueio da Casa Branca” no caso de uma vitória de Trump. Eles também haviam procurado “impedir o Congresso de retornar” à sessão.

“Não estamos buscando um ‘retorno à normalidade'”, disseram eles. “Em vez disso, vemos que este é o momento de nos levantarmos contra a crise atual e avançarmos para desmantelar … sistemas interligados de opressão.”

Outras tentativas “cerco” foram anunciadas por esquerdistas radicais como o Adbusters, um grupo ligado ao movimento Occupy Wall Street.

“Crucialmente, os líderes democratas incitaram descaradamente essa provável destruição sem paralelo – provavelmente a pior onda de violência política que varreu o país desde a Guerra Civil.”

Kamala Harris apoia

“Em junho, após vários assassinatos tumultuados já terem sido relatados, a senadora Kamala Harris disse alegremente a Stephen Colbert: “Eles não vão parar.”

“Eles não vão parar antes do dia da eleição e não vão parar depois do dia da eleição. E todos deveriam tomar nota disso. Eles não vão desistir e não devem ”, disse ela.

***

Aí estão os fatos. E também a posição histórica adotada por Democratas, incluindo a vice presidente Kamala Harris: “Eles não vão parar”.

Eis a razão porque BLM se associou à campanha democrata pela contagem até o último voto.

Fonte: https://www.lifesitenews.com/blogs/remember-leftist-rioters-killed-people-ransacked-d.c-while-democrats-cheered-them-on

Deixe uma resposta