120 generais, almirantes (aposentados) americanos pela liberdade e contra o marxismo

0

Mais de 120 generais e almirantes aposentados dos EUA assinaram uma carta aberta alertando que os Estados Unidos estão envolvidos em uma luta existencial e exortaram “todos os cidadãos” a se envolverem na política local e estadual, informa TheEpochTimes.

“Estamos em uma luta pela nossa sobrevivência como uma República Constitucional como em nenhum outro momento desde nossa fundação em 1776. O conflito é entre os defensores do Socialismo e do Marxismo vs. os defensores da liberdade e liberdade constitucional”, afirma a carta (pdf), que foi assinado por 124 ex-líderes militares, lançado por “Flag Officers 4 America”.”

Digno de nota, os signatários da carta incluem Brig do Exército aposentado Gen. Donald Bolduc – candidato ao Senado em New Hampshire, Tenente-General do Exército aposentado William Boykin e Vice-Almirante aposentado John Poindexter – que foi o vice conselheiro de segurança nacional do presidente Ronald Reagan.

Integridade Eleitoral

Nosso Site tem abordado a questão da confiança nas Urnas ponto especialmente candente nas últimas eleições.

Diz a notícia: “A integridade eleitoral exige que haja um voto legal lançado e contado por cidadão. Os votos legais são identificados pelos controles aprovados do Legislativo estadual usando identidades governamentais, assinaturas verificadas, etc. Hoje, muitos estão chamando esses controles de senso comum de ‘racistas’ em uma tentativa de evitar eleições justas e honestas ”, afirma a carta.

De acordo com o site Flag Officers 4 America, é um grupo de ex-líderes militares que “se comprometeu a apoiar e defender a Constituição dos Estados Unidos contra todos os inimigos”, sejam “domésticos” ou “estrangeiros”.

China (PCCh) é ameaça

Continua a Carta: “A China é a maior ameaça externa para a América. O estabelecimento de relações de cooperação com o Partido Comunista Chinês os encoraja a continuar o progresso em direção à dominação mundial, militar, econômica, política e tecnologicamente. Devemos impor mais sanções e restrições para impedir seu objetivo de dominação mundial e proteger os interesses da América ”, diz a carta.

Acordo com o Irã e Oleoduto Keystone XL

Também já publicamos sobre as reações americanas face à interrupção do Oleoduto Keystone XL.

“Outras ameaças que (a Carta) eles listaram incluem a reinserção dos Estados Unidos no acordo nuclear com o Irã, a imigração ilegal e a paralisação do projeto do oleoduto Keystone XL. O presidente Joe Biden emitiu uma ordem interrompendo o projeto do gasoduto no início de sua presidência.”

Também os lockdowns são vistos, como no Brasil, um controle populacional

“Enquanto isso, em meio à pandemia de COVID-19, os líderes militares aposentados disseram que as ordens de bloqueio que afetam escolas e empresas equivalem a “ações de controle populacional”.”

A Carta convida a um envolvimento político para salvar a América

“Devemos apoiar e responsabilizar os políticos que agirão para se opor ao socialismo, marxismo e progressismo, apoiar nossa República Constitucional e insistir em governar fiscalmente responsável, ao mesmo tempo que nos concentramos em todos os americanos, especialmente a classe média, e não em grupos de interesses especiais ou extremistas que são usados para nos dividir em facções beligerantes ”, afirma a carta.

A carta conclui instando “todos os cidadãos a se envolverem agora em nível local, estadual e / ou nacional para eleger representantes políticos que agirão para Salvar a América, nossa República Constitucional, e responsabilizar aqueles que estão atualmente no cargo”.

***

Na França, oficiais da reserva se mobilizam e advertem o governo Macron contra a destruição do País. Agora, essa mobilização de oficiais generais e almirantes da reserva nos EUA alertando contra os perigos que sua Pátria está correndo.

Nos EUA, o mesmo problema da imigração descontrolada acelerou no governo Biden. Texas se insurgiu contra essa ordem presidencial e é especialmente atingindo pela quadriplicação de imigrantes ilegais.

A mobilização da sociedade civil na defesa do Brasil cristão mostrou toda a sua força no último 1 de maio. As esquerdas, a midia e outros setores de pressão antipatrióticos ficaram sobressaltados.

Nossa mobilização em defesa dos Valores Morais no Brasil deve estar vigilante, coesa, atenta para as manobras da esquerda. Com o favor de Nossa Senhora Aparecida o “Brasil ainda será um grande País“. Essa é nossa missão histórica.

Também, na França, generais alertando Macron sobre a destruição das raízes cristãs e culpando a liderança do País por não lidar com o que eles descreveram como imigração irrestrita.

Fonte: https://www.theepochtimes.com/mkt_breakingnews/120-retired-generals-military-officers-sign-letter-warning-of-conflict-between-marxism-and-constitutional-freedom_3813043.html

Deixe uma resposta