Anticomunista lituana derrota comunista chinesa

0

“Antes morto do que comunista”, lituna-americana Rose Namajunas vence a China no UFC.
Seu avô foi morto por soldados soviéticos. Derrotar um comunista foi uma luta por sua fé, seus ancestrais e liberdade.

Também no Brasil é comum os cartazes com dizeres anticomunistas nas manifestações anti PT. Há uma percepção geral de que o grande perigo é representado pelos comunistas declarados ou camuflados no falso Centrão.

A Guerra Fria volta ao ringue

“Eu não acho que seja uma coincidência que Weili seja vermelha, é isso que ela representa. Não é nada pessoal contra ela, mas é um grande motivador do porquê de eu lutar.”

“Luto pela liberdade e tenho a consciência de Cristo, tenho sangue lituano e tenho o sonho americano, e todas essas coisas que estou levando nessa luta”, concluiu.

A referência religiosa é fundamental em termos do caráter ateu e perseguidor do comunismo que inibia a fé dos lituanos, 85,9% católicos.

No regime comunista chinês, a religião continua a ser perseguida, tanto que o cardeal Zen conclama os cristãos a voltarem às catacumbas.

Diante das críticas à China por seus abusos (e até genocídio) contra minorias étnicas e religiosas, somada à deterioração de sua imagem por ser o lugar de origem do coronavírus que paralisou o mundo, produtores como a Disney têm sido funcionais para o comunista regime de filmagens em regiões onde há denúncias de genocídio.

Embora a União Soviética tenha liderado mais de meio século de confrontos contra os Estados Unidos, a China também patrocinou guerrilheiros que entraram em confronto com os militares americanos. Portanto, foi uma guerra entre os EUA e seus aliados contra o bloco comunista oriental.

Histórico de Rose Namajunas

Eu luto pela liberdade ”, exclamou Rose Namajunas, cuja família escapou do comunismo para poder viver o sonho americano.

Rose Namajunas nasceu em Wisconsin e leva o nome de sua avó, Rožė Gotšalkaitė Namajūnienė, a viúva do assassinado.

Não é ódio pessoal, é a ideologia comunista chinesa

Embora ela não tenha exclamado “antes morto do que vermelho (comunista)” durante a luta, mas antes, a atleta se deparou com a necessidade de explicar suas declarações.

E eu não odeio Weili ou algo assim. Não tem nada … você sabe … mas eu sinto que tenho muito por que lutar nessa luta e pelo que ela representa (…) eu estava me lembrando um pouco de toda a minha formação e de todos os lugares de onde venho e minha família e tudo isso.

Rose luta pela liberdade, pelo anticomunismo, pela Fé. Foi isso que a animou a derrotar a chinesa que encarna a mentalidade comunista do PCCh.

***

Esse artigo de Panampost interessa-nos sobretudo por ressaltar o caráter anticomunista, de Fé católica que anima Rose Namajunas. E ela o descreve como sendo o motivador principal e sua alegria em derrota a comunista chinesa. Que o Ocidente esteja acordando par ao perigo comunista é o que mais nos interessa.

Não entramos, portanto, nas considerações do box feminino em si mesmo. As declarações de Rose Namajunas ressaltam mais um sintoma do grande despertar das Nações Livres face ao perigo comunista.

O Brasil será grande na defesa da Fé, dos princípios da Lei Natural, na defesa dos Valores Morais.

Fonte: https://panampost.com/mamela-fiallo/2021/04/25/antes-muerta-que-comunista-americana-derrota-china-ufc/

Deixe uma resposta