Breves: GDST, 25 escolas para meninas

0

Girls ’Day School Trust (GDST), na Inglaterra, está se posicionando contra o movimento transgênero de forma encorajadora.

Há, espalhados por ai, os semeadores de desânimo; serão aliados conscientes das esquerdas? ou simplesmente espíritos derrotistas, desanimados, endeusadores do comodismo?

Girls Day School Trust (GDST) na Inglaterra

Reação na Inglaterra

“(LifeSiteNews) – Em uma das minhas últimas colunas LSN antes do Natal, eu observei que finalmente parece haver alguma esperança no horizonte nas guerras de gênero. Pessoas comuns estão defendendo o bom senso e a realidade biológica – e vencendo.

“Esta é uma notícia incrivelmente boa, que dá alguns lampejos de otimismo em uma época que, de outra forma, seria muito sombria. Cada nova pessoa falando e cada nova vitória – não importa o quão pequena – dá a outras pessoas e instituições a coragem de se levantar também.

“É isso que torna a notícia de que o Girls Day School Trust (GDST) na Inglaterra está se posicionando contra o movimento transgênero tão encorajadora. O GDST tem 25 escolas membros, todas instituições privadas para meninas. Em uma orientação de política de identidade de gênero atualizada divulgada no mês passado, o GDST afirmou que não admitirá meninos que se identifiquem como meninas para não “prejudicar” sua condição de escolas para meninas.

Instituições para o mesmo sexo

O documento de orientação da política observa que as escolas GDST operam como instituições do mesmo sexo de acordo com a Lei da Igualdade de 2010, e diz, “uma política de admissão baseada na identidade de gênero, em vez do sexo legal, conforme registrado na certidão de nascimento do aluno”, “prejudicaria” seu status atual de escolas ‘somente para meninas’.

***

Um ótima reação contra a tirania de gênero. A esquerda fala em “diversidade”, mas quer impor um totalitarismo de gênero nas escolas, na família, nas atividades, nos banheiros.

Nós, respondemos: Deus os criou homem e mulher.

Fonte: https://www.lifesitenews.com/blogs/more-good-news-in-the-gender-wars-english-girls-school-will-not-admit-males-claiming-to-be-females/?utm_source=top_news&utm_campaign=usa

Deixe uma resposta