Cardeal Slipyj, firme resistência ao comunismo na Ucrânia

0

Em setembro de 1968, a TFP brasileira ofereceu uma recepção a um ilustre visitante: o Cardeal ucraniano Josyf Slipyj, Metropolita Arcebispo-Maior de Lvow. O Cardeal Slipyj havia oposto firme resistência ao comunismo em sua pátria. Por causa disso, desde abril de 1945 até início de 1963 foi submetido a longo cativeiro e sujeito a trabalhos forçados na Sibéria, Mordóvia e regiões polares. Era natural que a TFP homenageasse este herói da luta contra o comunismo.

1968: Cardeal Slipyj, 18 anos encarcerado pelos comunistas, visita a TFP no Brasil

No dia 26 de setembro se realiza a recepção ao Purpurado, na sede do Conselho Nacional da TFP em São Paulo (então à Rua Pará, nº 50). Encontram-se presentes elementos de destaque do Clero, das Forças Armadas, da sociedade paulista e da colônia ucraniana, bem como centenas de sócios e cooperadores da entidade (cfr. https://catolicismo.com.br/Acervo/Num/0215/P06-07.html)

Catolicismo

Putin não passa no TESTE

Putin não passou no TESTE. Onde está o seu repúdio, por exemplo, ao martírio de sacerdotes e bispos sob o regime soviético?

Onde estão suas declarações contra o Gulag? E os milhões de execuções sumárias de anticomunistas?

***

Nossa homenagem póstuma ao Cardeal Slipyj, mártir do comunismo soviético. Nossa homenagem aos católicos trucidados por Stalin e seus sucessores.

Nossa homenagem aos bravos ucranianos que resistem à invasão de sua Pátria pelas tropas de Putin.

Em boa hora o Brasil votou, na ONU, contra a invasão genocida da Ucrânia.

https://catolicismo.com.br/Acervo/Num/0215/P06-07.html

Deixe uma resposta