“Democracia”, incógnita em constante evolução para a esquerda?

1

Todos estamos fartos de ouvir, na mídia alinhada à esquerda, os berreiros contra “golpistas”, “ameaças à democracia” e até manifestações como o 7 de Setembro serem tachadas de “atos antidemocráticos”, fascistas, reacionários e obscurantistas.

Para as esquerdas, isso faz sentido, porque a palavra democracia já “evoluiu” de seu conteúdo objetivo, natural, definido em nossa Constituição para um novo conceito: democracia é o que favorece a esquerda, a quebra dos tabus religiosos, a destruição dos Valores Morais. A esquerda segue a teoria dialética marxista da história. Democracia passa a ser tudo aquilo que favorece à Revolução.

Atos “antidemocráticos”, por oposição, também estão definidos: tudo aquilo que vai contra a evolução da humanidade para as esquerdas.

Também Xi Jinping assume essa “democracia”

Minar a ideia do senso comum

Nosso Site já abordou como o comunismo chinês vê a democracia: “Os valores de liberdade, democracia e direitos humanos, explica Xi Jinping, “desempenharam um papel histórico no processo de oposição à autocracia feudal”. Durante esse processo, eles foram valores progressivos. No entanto, no quadro da teoria dialética marxista da história, os mesmos valores, que antes eram progressistas, tornaram-se reacionários no estágio histórico seguinte. “À medida que a burguesia ganhou uma posição dominante, escreve Xi Jinping, esses valores se tornaram cada vez mais ferramentas para manter o domínio do capital.” https://ipco.org.br/china-se-reafirma-marxista-contra-a-liberdade-democracia-direitos-humanos/

Lembramos, esses valores como a liberdade, democracia, direitos humanos se “tornaram reacionários” afirma o ditador chinês. É preciso dar um novo impulso dialético à democracia.

Biden fala de ameaça à Democracia

Observa, com acerto, o articulista de Panampost: em “2022, encontramos a palavra “democracia” cumprindo um papel semelhante no discurso político [dos comunistas]. O presidente Biden fez dois grandes discursos este ano sobre como a “democracia” supostamente será abolida se os oponentes de Biden vencerem. Na semana passada, o ex-presidente Barack Obama disse solenemente que, se os republicanos vencerem no Arizona, “a democracia como a conhecemos pode não sobreviver”.

Chegam ao absurdo de repreender os eleitores por ousar deixar seus votos serem influenciados por preocupações econômicas quando “a democracia está ameaçada”. Uma manchete do New York Times lamenta a aparente realidade de que os eleitores parecem desinteressados ​​em “salvar a democracia” quando é tão supostamente claro que “a democracia está em perigo”. (2)

Se a Democracia é o governo do Povo porque razão ela está em perigo se o eleitorado escolhe alguém conservador?

Na linguagem dialética das esquerdas, realmente, a democracia está sempre em evolução rumo ao comunismo.

7 de Setembro, ato fascista?

7 de Setembro é ato fascista?

Também a palavra fascismo — no jargão das esquerdas — está evoluindo e não tem a ver com o fascismo histórico. Em tempo, lembramos que o Prof. Plinio foi o brasileiro que mais lutou contra o nazifascismo na década de 1930.

Fascismo, para um membro do Supremo Tribunal Federal, são as manifestações populares de 7 de Setembro. https://ipco.org.br/7-de-setembro-patriotismo-e-a-esquerda-falida/

Fascismo passa a ser sinônimo de oposição às pautas de esquerda.

O conceito de fascismo “evolui” na mente doentia das esquerdas. E evolui sempre na direção do comunismo.

O que é a Democracia?

Democracia é a forma de governo em que a direção do Estado cabe ao povo. O pressuposto da democratização política é a igualdade de todos perante a lei, explica o Prof. Plinio, em seu livro Projeto de Constituição Angustia o País.

“Pois, se a democracia é o governo do povo, ela só será autêntica se os detentores do Poder Público (tanto o Executivo, como o Legislativo e, na sua ótica muito específica, também o Judiciário) forem escolhidos e atuarem segundo os métodos, e tendo em vista as metas desejadas pelo povo.

Na Democracia o Mandatário é o Povo

“Em virtude de todo o acima exposto, a relação entre o eleitor e o candidato por ele sufragado é, em essência, a de uma procuração. O eleitor confere ao candidato a deputado ou senador de sua preferência um mandato para que exerça o Poder Legislativo segundo o programa que este deve expor normalmente ao conhecimento do eleitorado durante a campanha eleitoral: programa este que se supõe que o eleitor tenha lido previamente, e que ratifica ao dar seu voto ao candidato em questão. Uma vez eleito, o deputado ou senador [ou presidente da república] é assim um procurador ou mandatário do eleitor. É o executor da vontade deste. Ele será um procurador fiel se agir de acordo com o programa eleitoral com o qual se apresentou às urnas. E será infiel, caso se desinteresse de fazer prevalecer seu programa nos debates parlamentares. Ou, pior ainda, caso se manifeste ou vote contra esse programa em relação ao qual assumiu para com o corpo eleitoral um compromisso sagrado de fidelidade.”

Se tal não se dá, o regime democrático não passa de uma vã aparência, quiçá de uma fraude, conclui o Prof. Plinio. (3)

***

Perguntamos: quantos eleitores votaram no Programa do PT? Ora, segundo demonstra o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira, estamos diante “uma vã aparência, quiçá de uma fraude”. O eleitor foi fraudado porque não lhe apresentaram o programa da esquerda.

RESUMINDO

A esquerda tem um conceito evolucionista, hegeliano de democracia. Trata-se de uma incógnita em constante evolução cujo termo final é o marxismo. Daí, taxar os conservadores de fascistas, de “atos antidemocráticos” porque nos opomos ao deslizar da sociedade, do Brasil para a esquerda.

Mostramos, também, que segundo publicou o Prof. Plinio, o eleitor é o Mandante; ele precisa saber qual o programa do candidato antes das eleições. Deu-se isso em 2022? Quem conhecia o programa do PT antes do pleito?

***

Rezemos e batalhemos dentro da Lei, por nosso Brasil. O Cristo Redentor e Nossa Senhora Aparecida velam pela Terra de Santa Cruz.

(1) https://ipco.org.br/china-se-reafirma-marxista-contra-a-liberdade-democracia-direitos-humanos/

(2) https://panampost.com/imises/2022/11/10/antidemocratico-regimen/

(3) https://www.pliniocorreadeoliveira.info/Constituicao_0101.htm – Cap I

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta