Prosseguem as multitudinárias manifestações – Manif pour tous – por toda a França contra a determinação do governo socialista de François Hollande de aprovar o “casamento” entre homossexuais, inclusive com adoção de crianças. Os protestos não só continuam mas prometem crescer de intensidade após a aprovação dessa lei pela Assembléia de maioria socialista.

Fato novo e muito significativo: em épocas passadas, eram os revolucionários que saiam às ruas para exigir medidas de índole comunista, igualitária e imoral; desta vez são famílias bem constituídas, pais e mães com seus filhos, jovens estudantes e operários, que vão protestar contra as imposições de um governo que, embora dizendo-se democrático, porta-se como uma ditadura comunista.

Sem se incomodar em ouvir o que a população tem a ponderar, a tática de Hollande tem sido reforçar o contingente policial, utilizando meios drásticos e truculentos para limitar o quanto possível o alcance e a intensidade do desacordo dos manifestantes.

Vítimas dessa truculência têm sido inclusive as crianças, atingidas brutalmente por jatos de gás e outras atitudes violentas.

Por essa razão, na cidade de Lyon, por volta de cinqüenta mães reuniram-se diante das grades da Prefeitura, para protestar contra as agressões sofridas por seus filhos e filhas. Dizendo-se encolerizadas, elas entregaram ao Prefeito uma carta, cujos principais tópicos aqui transcrevemos:

“Sr. Prefeito:

Charlotte, 11 meses, Paul, 2 anos e meio, Cécile, 4 anos, Jade, 8 anos, Maxime, 18 meses, Antoine, 6 anos, Louis, 10 anos, Vadim, 5 anos, Camille, 7 anos, Augustine, 7 anos, Roch, 4 anos e meio, Lea, 11 anos, Arthur, 4 anos, Calixte, 8 anos, Thaïs, 5 anos e meio, Marion, 21 meses, Samuel 6 anos e meio, Jules, 3 anos, Louise, 9 anos, Estelle, 10 anos, Ethan, 4 anos, etc.

Isto, Sr. Prefeito, é a lista, muito longa mas não exaustiva, das crianças lyonesas gaseadas em 24 de março, em Paris, por ocasião da “Manifestação para todos”, às vezes à queima-roupa … Quase 10 dias transcorreram e estamos aqui porque, passada a sideração, o estado de choque permanece!

Deixai-nos dizer-lhe quem somos, sr. prefeito. Nós somos os chamados “cidadãos honestos”: nós pagamos os nossos impostos, não temos antecedentes criminais. Aos nossos filhos, nós ensinamos o respeito às pessoas e às regras, a importância da palavra dada, o amor ao trabalho bem feito. Nós nos esforçamos para fazer deles os homens e as mulheres de amanhã, cidadãos conscientes das responsabilidades que eles terão na sociedade, cumpridores de seus deveres antes de reivindicar seus direitos. Entenda, Sr. Prefeito, nós educamos nossos filhos a respeitar a autoridade e a ordem que fundamentam o bem comum. Esta ordem e esta autoridade que Vós representais … ou que se supõe que representais. (…)

No dia 24 de março, Vós desacreditastes aos nossos olhos e aos de nossos filhos a legitimidade de vosso poder, porque abusastes dele.

Nós estamos encolerizadas, Sr. Prefeito! E como poderíamos não estar, pois nossos filhos foram tratados com extrema violência, (…) e Vós pisoteastes num instante todos os valores nos quais nós os educamos?

Sr. Prefeito, teremos que ensinar aos nossos filhos que a lei não protege sempre, que a força pública é às vezes é abusiva e que a resistência pode tornar-se a condição da liberdade? Esperamos de Vós uma palavra, um gesto que restaure a confiança: nossos filhos foram gaseados enquanto participavam da “Manifestação para todos”, evento pacífico e inofensivo pela retirada de uma lei prejudicial para nossa sociedade e o futuro das crianças. Manifestai-lhes o vosso pesar, apresentai-lhes o vosso pedido de desculpas e prometei-lhes fazer subir sua incompreensão ao grau mais alto desse Estado que Vós representais.

Sr. Prefeito, ao atingir nossos pequenos, Vós nos transformastes em leoas, prontas a tudo para defendê-los. Fazei saber a quem de direito, que não se atiça impunemente a cólera de mães! ” (Le Salon Beige,2-4-13)

*                                 *                                 *

Durante as manifestações, numerosos participantes foram levados à delegacia para prestar declarações e registrar um boletim de ocorrência, pelo simples fato de estarem revestidos de um blusão com a inscrição “Manif pour tous” (Manifestação para todos). Tal é a liberdade socialista!

10 COMENTÁRIOS

  1. Quando a brutalidade em nome do que não é politicamente correto realmente pode e vai deixar feridas abertas para os séculos vindouros, Na França tudo isto vai passar e os opressores hoje serão humilhados, Realmente o poder de opinião do povo de uma massa de um milhão que saiu as ruas de uma só cidade ,esta opinião é muito más muito poderosa os opressores cairão por terra com certeza, e muitos que de uma maneira ou outra apoiou vai passar para o lado da coerência isto por medo, E vai nós servir de lição ,esquerda nunca mais fora PT

  2. “,,,Não se atiça impunemente a cólera de mães!”
    A ira de mãe em defesa de seu filho … deve ter feito tremer o prefeito dentro dos seus sapatos. Não quereria estar no lugar dêle. .. .

  3. “,,,Não se atiça impunemente a cólera de mães!”
    A ira de mãe em defesa de seu filho … deve ter feito tremer o prefeito dentro dos seus sapatos. Não querereioa estar no lugar dêle. .. .

  4. Denúncia de projeto erótico nas escolas públicas brasileiras. Pastora, advogada, mestre em educação, mestre em Direito Constitucional, mestre em Direito da Família, trabalha há 14 anos no congresso nacional como acessora jurítica parlamentar evangélica e da frente parlamentar da família e apoia a vida. Ela denuncia mostrando por slides, cartilhas dos ministério da educação e da saúde, com conteúdoeducacional imoral pervetido e criminoso contra as crianças de 10 anos e até livros para crianças de 2 á 3 anos. Projeto apoiado e incentivado pelos ministros do PT como Marta Suplicy. (Por favor. Compartilha)

    http://www.youtube.com/watch?v=tFtaTk2e_Iw

    As denúncias da advogada estão sendo divulgadas pelas redes sociais e causando revolta em pais de todas as religiões, pois os materiais incentivando o sexo entre crianças de 10 anos já foram distribuídos em diversas escolas espalhadas pelo Brasil.

    http://www.verdadegospel.com/advogada-evangelica-denuncia-projeto-de-erotizacao-infantil-no-pais/

    A notícia que na época incentivou minha guerra, até hoje e sempre, contras esse mostros anarquistas sexuais:

    http://www.odiario.com/parana/noticia/366698/prova-com-imagem-pornografica-e-aplicada-a-16-mil-criancas.html

  5. Na verdade tudo isto este movimento gay é um plano de estratégia dos estados unido para enfraquecer os povos, só que se dera mau quando quiseram usar a França como um meio de propaganda para a américa do sul , e agora eles querem esconder os fatos de violência que o corre lá , é negativo né , só imagina se a Argentina o Uruguai e seus povos assumirem esta posição.

  6. NO BRASIL SERÁ DIFÍCIL SEGUIR O QUE ACONTECE NA FRANÇA,,LA EXISTE CULTURA,,ÉTICA,,MORAL,, AQUI EXISTE ANALFABETISMO E COMODISMO TUDO É O MESMO UM PAIS QUE NÃO SABE O SIGNIFICADO DE UM VERDADEIRO SER HUMANO E SEUS PRINCIPIOS..

  7. Quem leu “A Escola dos Bárbaros” uma avaliação da ideologia socialista, certamente poderá verificar que tal ideologia encontrou muita força na politica, e que tem se espalhado pelo mundo inteiro. Aqui no Brasil, a tendencia será a de fazermos as mesmas manifestações, a não ser que façamos uma limpeza no Congresso Nacional nas próximas eleições. É que o poder corrompe? A sociedade mundial está sendo corrompida, porque eles querem se manter nos poderes com fachadas democráticas, acobertando graves intenções cada vez mais desestruturantes das famílias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome