Destaques


1 – CARTA ABERTA DE CATÓLICOS BRITÂNICOS SOBRE ACORDO VATICANO-CHINA
2 – MAIS DE 100 PROMOTORES E PROCURADORES LANÇAM MANIFESTO CONTRA ‘PROFESSORES MILITANTES E ATIVISTAS’
3 – “CON MIS HIJOS NO TE METAS”
4 – A MACONHA GOSTA DAS ESQUERDAS (E VICE VERSA)

Para alternar entre os tópicos, utilize os botões “Anterior” e “Próximo” abaixo:

1Carta aberta de católicos britânicos sobre acordo Vaticano-China

Força policial chinesa

LONDRES, Inglaterra, 9/11 (LifeSiteNews) informa que “católicos proeminentes nas Ilhas Britânicas assinaram uma carta aberta expressando consternação com o novo acordo do Vaticano com o governo chinês”.

A carta aberta foi publicada no Catholic Herald da Grã-Bretanha.

Os católicos estão preocupados com o papel do governo chinês ateu-comunista na escolha dos bispos católicos e “ainda mais preocupados com o agravamento da perseguição de católicos e outros grupos religiosos”.

“Os signatários citam a acusação do Cardeal Joseph Zen de que o Vaticano entregou seu rebanho na boca dos lobos e conclui que o “julgamento da história” pode ser ainda mais duro”.

* * *

De pleno acordo, não só o “julgamento da Historia” mas o julgamento de Deus já que as perseguições aos católicos recrudesceram na China comunista.

https://www.lifesitenews.com/news/prominent-british-irish-catholics-sign-open-letter-criticizing-vaticans-new

2Mais de 100 promotores e procuradores lançam manifesto contra ‘professores militantes e ativistas’

Estado, Fausto Macedo e Julia Affonso, 9/11: “Nota Técnica ‘Escola Sem Partido’, divulgada nesta sexta, 9, alerta que ‘as famílias são lesadas quando a autoridade moral dos pais é solapada por professores que se julgam no direito de dizer aos filhos dos outros o que é certo e o que é errado’.”

“Mais de 100 promotores e procuradores de Justiça lançaram nesta sexta, 9, um manifesto em que repudiam ‘professores ativistas’. O documento é uma Nota Técnica, intitulada ‘Escola Sem Partido’”

“Os promotores e procuradores são taxativos. “Afirmamos à sociedade que os projetos de lei baseados no anteprojeto do Escola sem Partido são constitucionais, estão de acordo com o Estado Democrático de Direito. Inconstitucional é o uso ideológico, político e partidário do sistema de ensino.””

* * *

A família é de direito natural e anterior ao Estado.

Fonte: https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/mais-de-100-promotores-e-procuradores-lancam-manifesto-contra-professores-militantes-e-ativistas/

3 “Con mis hijos no te metas”

ACIPRENSA, Gisele Vargas, informa sobre a primeira marcha contra a ideologia de gênero na Argentina.

Sob o slogan – “Con mis hijos no te metas” realizaram-se marchas em 28/10 pp em todo país onde milhões de argentinos, rechaçam a ideologia de gênero no currículo escolar.

“Famílias, comunidades escolares, grupos a favor da Vida e da Família percorreram as principais avenidas de diversas cidades.

* * *

Também no Brasil os mesmos promotores da ideologia de gênero, ou seja, as esquerdas querem impor nas escolas essa farsa que nada tem de ciência.

Saibamos repetir aqui o slogan: não se meta com meus filhos.

https://www.aciprensa.com/noticias/con-mis-hijos-no-te-metas-argentina-marcho-contra-la-ideologia-de-genero-63468

4A maconha gosta das esquerdas (e vice versa)

El Pais, 8/11 — “López Obrador dá o primeiro passo para legalizar a maconha no México” — informa que o presidente eleito apresenta lei que regula a produção, a venda e o consumo de ‘cannabis’ a ser aprovada até meados de 2019.

Há pouco o Uruguai, governado por um ex (?) tupamaro também legalizou a maconha que pode ser comprada em qualquer farmácia do país.

Assim são as esquerdas com a maconha.

A Lei Geral para a Regulamentação e Controle da Cannabis nasce sob o pretexto de que “a produção e o tráfico ilegal de maconha são parte essencial do conflito entre o Governo e as máfias de criminosos e entre os próprios delinquentes.

* * *

É público é notório – até no Brasil – de que as facções se matam disputando controles de áreas de circulação de drogas.

E o governo de esquerda mexicano não acha nada melhor do que intoxicar seu país legalizando a produção, venda e consumo da maconha.

https://brasil.elpais.com/brasil/2018/11/08/internacional/1541703169_826334.html

6Curtir isso:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here