O maior dos direitos da pessoa humana é conhecer e praticar a verdadeira Fé católica. Nenhum poder terreno pode se sobrepor a esse direito. Por essa razão a Santa Igreja canoniza os mártires que preferiram dar sua vida em defesa da Fé Católica.

Suprema Corte decide contra ordem do governador democrata Cuomo

“Em uma decisão de 5-4, a mais alta corte do país disse que o governador de Nova York Andrew Cuomo, um democrata, e outras autoridades não podem fazer cumprir os limites de ocupação estabelecidos em uma ordem executiva anterior.”

“Cuomo determinou que a freqüência aos serviços religiosos permanecesse em 10 pessoas ou menos nas chamadas zonas vermelhas e aos 25 ou menos nas zonas laranja.”

“As ações judiciais movidas pela Diocese Católica Romana de Brooklyn e Agudath Israel of America desencadearam a decisão.”

Argumentação dos Juízes conservadores

“Estancar a disseminação do COVID-19 é, sem dúvida, um interesse atraente, mas é difícil ver como os regulamentos contestados podem ser considerados como‘ estreitamente adaptados ’”, disse a Suprema Corte na opinião da maioria não assinada.”

“Eles são muito mais restritivos do que quaisquer regulamentos relacionados ao COVID que tenham sido apresentados anteriormente ao Tribunal, muito mais rígidos do que aqueles adotados por muitas outras jurisdições duramente atingidas pela pandemia e muito mais severos do que foi demonstrado ser necessário para prevenir a propagação do vírus nos serviços dos requerentes. ”

As medidas do governador ferem a Primeira Emenda

Em uma opinião não assinada, o tribunal disse que as restrições “isolam as casas de culto para um tratamento especialmente duro”.

“Os membros deste Tribunal não são especialistas em saúde pública, e devemos respeitar a opinião de quem tem especialização e responsabilidade nesta área.

“Mas mesmo em uma pandemia, a Constituição não pode ser deixada de lado e esquecida.

“As restrições em questão aqui, ao impedirem efetivamente muitos de comparecer aos serviços religiosos, atingem o cerne da garantia de liberdade religiosa da Primeira Emenda”, disse o parecer. (1)

O voto da recém nomeada Juíza Barret foi decisivo para a vitória dos católicos.

Os Direitos de Deus estão acima das Leis Humanas

Diz a Sagrada Escritura: “Chegando eles (os Apóstolos) ao Sinédrio, o sumo sacerdote interrogou os Apóstolos: “Não vos proibimos expressamente de ensinar nesse nome?” Ou seja, em Nome de Jesus.

São Pedro e os outros Apóstolos responderam: “É preciso obedecer a Deus antes que aos homens.” E increparam os sinedritas dizendo:

“O Deus de nossos pais suscitou Jesus, a Quem vós matastes, pregando-O numa cruz.” Ouvindo isso, os sinedritas “ficaram furiosos e queriam matá-los” (At 5, 28. 29. 33).

***

O princípio estabelecido é esse: não há poder terreno que possa se sobrepor aos direitos da Santa Igreja.

A Igreja sempre foi a maior defensora dos doentes, dos aflitos, dos necessitados. Ela enfrentou pestes e pandemias ao longo da História o que está registrado em todos os compêndios.

A Igreja é, pois, a maior aliada do Estado no combate às pandemias. Não estamos negligenciando, como afirmam os Juízes da Suprema Corte, as medidas de saúde pública.

O que estamos afirmando é o direito supremo da Igreja de Nosso Senhor de não ser tutelada por nenhum poder terreno. A não ser que estejamos na esteira de regimes totalitários tipo nazismo e comunismo. Fidel Castro, Stalin e Hitler tiranizaram os católicos. Xi Jinping faz o mesmo, em 2020, com os católicos chineses.

O que também estranhamos é a subserviência de certos pastores católicos e até do Vaticano não fazendo valer o princípio da separação dos dois poderes e que, em nenhuma hipótese, em assuntos de salvação das almas, Pedro está abaixo de César.

O que ensinou São Gregório VII sobre os dois Poderes?

Comenta o Prof. Plinioa respeito do “Dictatus Papae”  = ditado pelo Papa, n.d.c.). Trata-se de um documento atacado pelos teólogos progressistas, e que é uma lista verdadeiramente sublime das teses que São Gregório VII queria sustentar.

“Mas o “Dictatus Papae” afirma também que se se nos perguntasse qual é o poder mais elevado e eminente na Terra, a resposta é clara e é representada igualmente na arte da época: bem no alto o Papa; à sua direita e em um plano abaixo, o imperador; abaixo deste, todos os reis e potentados da terra. Abaixo do Papa, significando a ordem espiritual, todo o clero católico. E tudo dependendo de um só monarca supremo que era o Pontífice. Era essa a concepção de São Gregório VII.

 

Na data de sua festa, podemos pedir a ele que alcance para o mundo novamente o conhecimento e o amor pela noção de diferenciação e ao mesmo tempo de união da ordem espiritual e da ordem temporal. No dia em que essa concepção se generalizar, terá chegado a aurora do Reino de Maria. Mas a contrario sensu, no dia em que chegar a aurora do Reino de Maria, essa concepção ressurgirá.

 Vamos pedir a São Gregório VII que alcance de Nossa Senhora, que por sua vez nos obtenha de Deus, este fervor no amor dessa idéia sublime quanto aos poderes espiritual e temporal. Mesmo porque fora desta concepção não há concepção política, nem social, nem econômica que resolva nada, que adiante de nada. Vamos então rezar nesta intenção.”                  https://www.pliniocorreadeoliveira.info/DIS_SD_640525_saogregorio7dictatuspapae.htm#.X7-8tWhKiMo 

(1) https://www.theepochtimes.com/supreme-court-sides-with-religion-groups-over-cuomos-covid-19-restrictions_3594266.html

(2) https://agora.resposta.net/a-suprema-corte-dos-eua-rejeita-restricoes-de-nova-york-a-frequencia-a-igrejas-e-sinagogas/

Deixe uma resposta