Por Cima de Todas as Religiões

O PNDH-3 assume um posicionamento religioso singular. Ele se pretende laico, mas ao mesmo tempo quer estabelecer uma espécie de tribunal laico para controlar todas as religiões, seus símbolos e até as atitudes de seus membros.

No “Objetivo estratégico VI” ele inclui entre as “ações programáticas” a política de coibir as “manifestações de intolerância religiosa”. O único parceiro mencionado é a Fundação Cultural Palmares (FCP), destacado promotor dos “movimentos sociais” de tipo quilombola.

A respeito do que seja a “intolerância religiosa” hoje está criada uma generalizada confusão. Por exemplo, entre os islâmicos há os “moderados tolerantes” e os “fundamentalistas”. Os extremistas julgam intolerável a tolerância face a outras religiões e ao Ocidente em geral praticada pelos “moderados tolerantes”. Para estes, por sua vez, é intolerável a obediência estrita dos “fundamentalistas” a ensinamentos anticristãos do Corão que os tolerantes julgam fonte da tolerância.

Há polêmicas análogas no seio de inúmeras denominações religiosas. O PNDH-3 resolve o caso recomendado “a criação de Conselhos para a diversidade religiosa e espaços de debate e convivência ecumênica para fomentar o diálogo entre estudiosos e praticantes de diferentes religiões”.

Agora bem, os termos “ecumenismo” e “diálogo” que foram “menina dos olhos” do Concílio Vaticano II, hoje são objeto de uma das mais violentas disputas da história religiosa. Os “ecumenistas” acusam os “tradicionalistas” de recusarem o “ecumenismo” e o diálogo com outras “tradições” religiosas. E os “tradicionalistas” acham que os ecumenistas lhes negam o “diálogo” e a “atitude ecumênica” que mostram a outras religiões.

Por sua vez as outras religiões têm adeptos que se sentem mais próximas dos “tradicionalistas” católicos, e outros dos “ecumenistas pro-Vaticano II”. E assim sucesivamente.

Quem resolve a charada?

O PNDH-3!

Ele assume atribui ao poder público a missão de impor a tolerância e a paz religiosa. Em última análise o governo ‒ ouvindo os “conselhos” onde as ONGs e CEBs terão notável parte ‒ definirá quem e o quê é tolerante e quem e o quê não o é.

Fica assim instituído um poder estatal supra-religioso que julgará todas as religiões e dirá quem pode praticar o quê em matéria eclesiástica, teológica ou canônica. Um arqui-Vaticano erigido em nome da laicidade do Estado!

Em suma, uma super-Inquisição como nunca chegou a existir nem na Idade Média nem na época da “caça às bruxas” convocada por Lutero!

Exemplo chocante é o objetivo do PNDH-3 de “impedir a ostentação de símbolos religiosos em estabelecimentos públicos da União”.

Há pouco a corte Européia dos Direitos Humanos obrigou a Itália a banir os crucifixos das escolas. A decisão criou uma tal tempestade na península que na última reunião geral do Conselho da Europa, a totalidade dos países-membros resolveu que a Corte não mais se pronuncie sobre assuntos religiosos porque “as decisões sobre os grandes valores não podem depender de um grupo restrito de funcionários”. http://archiviostorico.corriere.it/2010/febbraio/20/Corte_dei_diritti_rispetti_crocifisso_co_8_100220001.shtml

É, entretanto, para convulsões religiosas desse gênero que o PNDH-3 empurra o Brasil instituindo uma espécie de Suprema Inquisição Laica para a Perfídia dos Intolerantes, esses hereges da tolerância e do ecumenismo!

Autor: Luiz Dufaur

e-mail: l.dufaur@terra.com.br

11 COMENTÁRIOS

  1. Não ha como em bomsenso admitir-se a implantaçao do conteudo dito programátio do pseudo PNDH-3 em nome da liberadde e democracia.

    Autoridades judiciais e militares ja alertaram contra tais absurdos ideologicos do PNDH-3 e sua mera importação das bases ditas socialistas da constituição de extinta União Sovietica ao Brasil em pleno séc.21 em sua segunda década.

    ABSURDO INCONCEBIVEL a mente de milhões de brasileiros que tem bom senso em saber distinguir tais mazelas e separar o joio do trigo de tais tentativas absurdas de implantação de DITADURA CIVIL NO BRASIL….

    Quando na atualidade de nossa realidade nacional as exigencias socias e economicas são distintas e requerem autonomia plena dos tres poderes e boa e excelente gestão dos recursos do Erário público sem mais contestações ditas ideologicas retrogradas alem de bem claras como ainda facciosas em texto e conteúdo do PNDH-3 que so trarão inegavel retrocesso a evoluçaõ historica da progressista NAÇÃO brasileira.

    Que sera nosso dever e OBRIGAÇAO legar a nosso descendentes daqui por diante e NÃO e JAMAIS nos tornar-mos REFENS de grupos politicos ideologicos no PODER temporal execuitivo, como se delinea no horizonte imediato da politica nacional a nível federal.

    Que em sua sede de eternizarem-se no PODER temporal politico, criam e estimulam a manutenção de pseudos programas sociais que escravizam ad eternum milhoes de brasileiros em especial em areas carentes do NE nacional,a bolsas familias e etc..

    Criando contigentes de reais escravos sociais dependentes de tais migalhas que custam em sua totalidade anualmente alto percentual da arrecadação anual do PIB nacional ale de alta carga tributária mpostos a população economicamente laboral, e sem geração de riquezas em contrapartida para equilibrio economico financeiro,ou seja o inegavel CUSTO ECONOMICO FINANCEIRO DO CULTO A POBREZA E MISERIA SOCIAL sob égide partidos politicso e seus dirigentes que transformam tas massas sociais em currais eleitorais inaceitaves a dignidade HUMANA NACIONAL.

  2. Não vejo perigo para os que tem fé e certeza no que acredita. Se os anos voltassem e me pedissem para negar a Cristo, eu ofereceria minha vida em nome de Jesus. Pelo que vejo o tal projeto não me obrigará a negar Jesus e minha fé. Logo, se posso ser livre pra ser cristã, está tudo bem.
    Está na Constituição do Brasil a liberdade religiosa. É claúsula que não se pode modificar pois é considerada pétrea (de pedra). Também há opção de eu me negar a fazer algo que vá de encontro aos meus princípios morais. Também está na Constituição e é outra claúsula pétrea. Os mórmons e adventistas por exemplo são dispensados do serviço militar de acordo com este artigo.
    Portanto, não vejo o porquê de tanto medo.
    Se por acaso liberarem o casamento homosexual quem de vocês vai deixar sua esposa(o) para se casar com alguém do mesmo sexo? Eu não. Não é obrigatório. Faz quem quer. Será julgado por Deus por isso.
    E no caso do aborto? Você, minha amiga cristã, praticaria este crime contra Deus se ele fosse legal? Obviamente, que não. Nós cristãs respeitamos a vida.
    Seu filho frequenta uma escola cuja a educação religiosa é contrária aos seus princípios? Simples: a redes maristas e salesianos oferecem educação de excelente qualidade. Precisamos também lembrar que o currículo escolar é de responsabilidade da instituição.
    Minha filha foi educada em colégio de freiras até o fim do ginásio, depois, como mudamos para um local onde não haviam escolas religiosas. Sempre foi uma excelente menina, guardando os princípios cristãos. Não fuma e nem bebe, como eu e meu marido.
    O que precisamos é ter mais fé. Só isso. è simples e prático.
    Já enfrentei muitas situações adversas com pesoas das mais diversas religiões e até atéias, sempre com a tranquilidade de quem tem certeza na existência de Deus e na vitória de Jesus sobre a morte. Nada me abala.
    Adquri essa força no estudo constante das escrituras e na oração, que acalma nosso coração diante da adversidade. Você pode viver no mundo, mas não É DO MUNDO.

  3. Olha isso tudo que esta acontecendo e so o inicio do cumprimento das escrituras sagradas.a BLIBLIA o melhor livro e a melhor palavra que dar nos dicernimento para saber essas coisas .gente vao parar com essas ganancias de ganhar dinheiro e vamos nos entregar a Deus ,por que o tempo esta se findando ,desperta te tu que dormes isso tudo ai e por que JESUS ESTA VOLTANDO nao e tempo de brincar e tempo de BUSCAR ok Deus abençoe vcss

  4. É, eu leio tudo o que me chega às mãos. Mas mantenho o espírito critico aceso. Alguém já disse que o Concilio Ecumenico foi a forma que a Igreja encontrou das outras religiões se unir contra ela. Mas não foi nem de longe esta a intenção do Papa João XXIII. As religiões de antes já se uniam e se diversificavam contra a Igreja Católica. Assim foi com Lutero, Rei Henrique VIII com o Anglicanismo, etc. A Igreja Católica no afã de demarcar para o futuro do mundo as propostas de unificação fez a convocação de todas as relgiões para pensarem juntas o proximo seculo. Quem sabe trabalharem unidas contra as forças do mal, contra as violencias e outras ameaças pagãs, contra os poderosos e potestades, etc. Haja vista que compareceram ao banquete muitos contrários, mas não se uniram conforme a Igreja havia proposto. E seguiram seu rumo, como se nada tivesse concordado com o Catolicismo. Traição? Indiferença? O Papa João Paulo II foi alvejado em Roma, as potencias comunistas se alastraram tentando derrubar os principios cristãos do mesmo jeito em todo o mundo. E vem no bojo do PNDH3 a mesma proposta de derrubar por terra os principios morais e eticos, os simbolos religiosos, e os sagrados laços do matrimonio ser corrompido em favor dos “casais” homofóbicos. A adoção de crianças por homossexuais, (não se sabe como fica o batismo e a formação cristã, a pedido de Cristo “vinde a mim as criancinhas”…,
    De certa forma dia desses quando da visita do Papa à Inglaterra, onde havia manfestações contra a Igreja – no aspecto da pedofilia, embora se saiba que se um soldado pedófilo aprontar das suas, ninguém vai para cima do general exigir dele o banimento de suas fileiras de tais elementos. Mas da Igreja, pode contar que vão ao Papa. Contrariamente, se procura descriminalizar as opções sexuais, contra os principios cristãos, claro que contra a Igreja. Enquanto por um lado exige punição pela Igreja dos pedófilos que houver em suas fileiras, e no outro extremo buscam a permissividade legal aos leigos fora de suas fileiras – o paganismo. E querem que a Igreja seja Tolerante a isso e mais aquilo? Naquela história do ratinho acima exposta, tinha que ter uma serpente no meio. Será profecia? Novamente a serpente está rondando desde a criação do mundo?

  5. Quem não olhou de frente para o perigo quando estava a certa distância não deve se apavorar agora que o perigo está bem próximo, ainda podemos evitar. É só não dormir no ponto.

  6. PAPA…
    vc acredita no que quiser…
    Porém a questão é a seguinte…
    Não sei se vc ja leu essa PNDH-3…
    Se não leu inteira vai ler,pq ela fere até mesmo o seu direito de liberdade…
    Se vc for contra o homossexualismo por exemplo,se for contra o aborto…se vc for a favor da vida vc irá contra esse absurdo que estão fazendo.
    Vc pode alegar,”Não sou contra,mas tbm não sou homossexual”,pois é,guarde isso pra vc…pq se um homossexual for até sua casa querendo emprego para cuidar do seu filho e vc não quiser,vc pega de 2 a 5 anos de prisão,independente de sua opinião,se ele alegar que sofreu discriminação,esse é o seu direito de expressão livre? Eu creio que não,pq aqui ninguem é obrigado a nada,AINDA…
    ________________________________

    Na minha opinião acho ridículo um país no nível econômico e social como o Brasil adotar medidas ridículas como essas.Existem projetos bons mas digamos que são apenas 15 ou 20% de mais de 520 propostas…
    Por isso devemos tomar muito cuidado na hora de votar em OUTUBRO/2010.
    Eu peço a todos que se façam contra a este projeto que é um absurdo sem tamanho.

  7. É o esquema PTralha de pensamento. Só existe um único pensamento verdadeiro que são deles. Tudo que eles fizerem ou aprovarem é o correto! Mesmo as mais absurdas aberrações! Mas se alguém que não for do seu meio o fizer estará irremediavelmente errado, mesmo que seja o princípio mais elementar do mundo! Querem substituir Deus por Lula por exemplo. Este já se comparou igual ao superior a Jesus Cristo algumas vezes! Como ainda existe muita gente que não concorda com isso e a constituição brasileira não permite isso, querem mudá-la. Acalma os pobres de bens materiais e de espírito com benesses, assim como os grandes materialistas (banqueiros principalmente) com mais dinheiro. Menospreza principalmente os pobres com gastos indecentes do erário público entre os seus e veste a pele de cordeiro dizendo iguais aos pobres infelizes (?) que agradecem pelas migalhas materiais que recebem! Defende o Totalitalismo que tanto mal fez ao mundo não faz tanto tempo como o regime Sovietico e Nazista.

  8. Sr. papa, Paz e Bem!

    Como a palavra de Deus é atual. Se não, vejamos: Os judeus pedem sinais e os gregos procuram a sabedoria; nós, porém, anunciamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos” (ICor 1,18.22-23).

    Sr. Papa, o próprio Cristo recomenda a Cruz como caminho de seguimento: “Se alguém quer me seguir, renuncie a si mesmo, tome cada dia a sua cruz e me siga…” (Lc 9,23). O Novo Testamento coloca na “loucura da cruz” a razão do “ser cristão”: “Fui morto na cruz com Cristo. Eu vivo, mas já não sou eu que vivo, pois é Cristo que vive em mim. E esta vida que agora vivo, eu a vivo pela fé no Filho de Deus que me amou e se entregou por mim” (Gl 2,19). “Quanto a mim, que eu não me glorie a não ser na cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo, por meio do qual o mundo foi crucificado para mim e eu para o mundo” (Gl 6,14). “Pois a linguagem da cruz é loucura para aqueles que se perdem. Mas para aqueles que se salvam, para nós, é poder de Deus…
    Por fim, envio-lhe uma fábula que retrata perfeitamente o PNDH-3, para conhecimento e reflexão, combinado?!?
    “Será que o problema não lhe diz respeito?
    Um rato olhando pelo buraco na parede vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo em que tipo de comida poderia ter ali. Ficou aterrorizado quando descobriu que era uma ratoeira. Foi para o pátio da fazenda advertindo a todos:
    – “Tem uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa.”
    A galinha, que estava cacarejando e ciscando, levantou a cabeça e disse:
    – “Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que é um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.”
    O rato foi até o cordeiro e disse a ele:
    – “Tem uma ratoeira na casa, uma ratoeira.”
    – “Desculpe-me Sr. Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas preces.”
    O rato dirigiu-se então à vaca. Ela disse:
    – “O que Sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!”
    Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro.
    Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego. No escuro, ela não viu que a ratoeira pegou a cauda de uma cobra venenosa que picou a mulher. O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal
    – a galinha.
    Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la. Para alimentá-los o fazendeiro matou o cordeiro. A mulher não melhorou e acabou morrendo. Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca para alimentar todo aquele povo.

    MORAL DA ESTÓRIA: Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito lembre-se que, quando há uma ratoeira na casa, toda a fazenda corre risco.

  9. Vocês são muito loucos rsrsrs Tipo, é meio que patético ver a opinião de vocês… Pobres coitados e dependentes de um ser mágico que nasceu do nada, criou o mundo, prega o amor e castiga aqueles que nele não acreditam…

  10. Comecem eles da religião da tolerância a tolerar a nossa “intolerância” aceitando nossos postulados “intolerantes”, aí acaba a questão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome