O deputado Mark Green (R-Tennessee) vai apresentar um projeto de lei para ajudar as empresas a mudar sua fabricação da China para os Estados Unidos: “desacoplar” do regime chinês como resultado da pandemia.

Solução para o Mundo Livre: acabar com a dependência chinesa

“Green disse ao Epoch Times que permitiria às empresas deduzir todo o custo dos gastos de capital associados à mudança da China – conhecida como “despesa imediata” – para atrair as empresas a se mudarem para os Estados Unidos”.

A ideia de cobrir 100% dos custos de mudança também foi recentemente endossada pelo consultor econômico da Casa Branca Larry Kudlow, que disse que seria “uma coisa muito boa para as empresas americanas”.

A medida ocorre quando o governo Trump tenta reduzir sua dependência da cadeia de suprimentos da China.

Não só os EUA, o Japão e outros países estão acordando para o suicídio do Ocidente colocando a corda nas mãos do PCC.

Impedir a China de comprar empresas vitais nos EUA

O deputado Green apresentou recentemente outro projeto de lei que impedia a China de adquirir empresas americanas vitais para a segurança nacional, uma vez que os preços dos ativos caem devido à pandemia.

“No momento, eles (chineses) estão em uma onda de compras em todo o mundo para empresas com implicações significativas na segurança nacional”, disse ele.

O congressista citou como exemplo a recente venda e locação de 22 aviões da United Airlines para o Bank of China Aviation, a unidade listada em Hong Kong do Bank of China, estatal chinês.

“Agora a China tem 22 aeronaves grandes que poderiam decolar no mercado se quisessem prejudicar os Estados Unidos”, afirmou Green.

Também o Secretário Geral da NATO alertou sobre o perigo da China

O chefe da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) também alertou sobre esses desenvolvimentos.

“Alguns podem tentar usar a crise econômica como uma abertura para investir em nossas indústrias e infraestrutura críticas”, disse o secretário geral da OTAN Jens Stoltenberg em 15 de abril.

A mídia que culpar o governo americano, tal qual no Brasil

“O congressista criticou os esforços para culpar o presidente Donald Trump por lidar com a pandemia, quando a atenção deve ser focada no encobrimento do regime chinês, que causou a propagação global da doença.”

“Acho que este é um esforço estratégico da mídia para enquadrar Trump por algo que não é culpa dele”, disse Green. “A China claramente poderia ter parado isso.”

Ele disse que o fracasso do regime (chinês) em divulgar o que sabia sobre o vírus nos estágios iniciais, incluindo sua contagiosidade e gravidade, prejudicou os Estados Unidos que estavam tomando decisões com base em informações incompletas.

***

Essa é uma acusação que todo o Ocidente, incluindo o Brasil, precisam fazer ao PCCh e deveria ser apoiada pela OMS, pela ONU, por ONGs ambientalistas e pelo Vaticano.

Já existem várias iniciativas de processos trilhionários contra a China.

“O governo Trump está considerando uma série de medidas contra o regime (chinês) por causar a pandemia, incluindo sanções, restrições comerciais e remoção da proteção legal da imunidade soberana, o que permitiria que os americanos processassem Pequim nos tribunais dos EUA”.

Enquanto isso, Doria e os governadores-ditadores se servem da pandemia para asfixiar ainda mais o Brasil. Doria confia em Xi Jinping e a BAND também.

Fonte: https://www.theepochtimes.com/lawmaker-to-introduce-bill-to-help-us-manufacturers-move-out-of-china_3339236.html

 

 

 

Deixe uma resposta