O prefeito democrata de NY, de Blasio, liderou uma ferrenha campanha de pressão contra as homenagens ao presidente Bolsonaro – “Personalidade do Ano de 2019” — proposta pela Câmara de Comércio Brasil-EUA

      Conhecidamente como militante de esquerda do Partido Democrata, pró sandinista, “no primeiro ano no cargo, de Blasio também declarou que boicotaria uma parada anual do Dia de São Patrício, porque os organizadores proibiram os manifestantes de portarem cartazes” pró agenda homossexual”.

      Como se sabe, o Dia de São Patrício é um dos acontecimentos mais extraordinários que tem lugar na cidade de NY e o desfile tornou-se não só o maior nos Estados Unidos, mas um dos maiores do mundo.

     “Em entrevista à rádio americana WNYC, de Blasio pediu que a homenagem ao brasileiro fosse cancelada, dizendo que Bolsonaro era um ser humano “perigoso“, devido a “seu racismo e homofobia evidentes” e por ser “a pessoa com maior poder de impacto sobre o que se passará na Amazônia daqui para a frente“.

     Note-se que de Blasio se mostra intolerante, agressivo, mas reconhece que o presidente Bolsonaro é a pessoa de maior poder de impacto no affaire Amazônia.

Apoio aos sandinistas da Nicarágua

     “O apoio de de Blasio aos sandinistas remete à sua juventude. Quando tinha 26 anos, viajou à Nicarágua para ajudar a distribuir comida e medicamentos. Na época, o país estava mergulhado em um conflito entre a guerrilha sandinista e os chamados Contras – resistência armada apoiada pelo governo do então presidente americano Ronald Reagan”.

     “Na Nicarágua, de Blasio passou a ter uma “visão de possibilidades” de um governo de esquerda, segundo o jornal The New York Times”.

Intolerância e ofensas pessoais ao chefe de Estado brasileiro

      De Blasio, supporter de sandinistas e da agenda homossexual, degrada sua dignidade de prefeito de Nova York com palavras próprias a um agitador de rua: “Jair Bolsonaro acabou de aprender, da maneira mais difícil, que os nova-iorquinos não fecham os olhos para opressão. Nós denunciamos sua intolerância. Ele fugiu. Não é uma surpresa – os valentões não aguentam um soco. Bolsonaro, seu ódio não é bem-vindo aqui“.

                                       * * *

Portou-se à altura da honra brasileira a nota da Presidência

     “O Presidente da República agradece a homenagem proposta pela Câmara de Comércio Brasil-EUA, ao escolhê-lo “Personalidade do Ano de 2019”.

     “Entretanto, em face da resistência e dos ataques deliberados do Prefeito de Nova York e da pressão de grupos de interesses sobre as instituições que organizam, patrocinam e acolhem em suas instalações o evento anualmente, ficou caracterizada a ideologização da atividade.

    “Em função disso, e consultados vários setores do governo, o Presidente Bolsonaro decidiu pelo cancelamento da ida a essa cerimônia e da agenda prevista para Miami”.

      Otávio Santana do Rêgo Barros – Porta Voz da Presidência da República.

      Notícias posteriores ao nosso Post informam que o porta-voz Otávio do Rêgo Barros disse nesta segunda-feira que o presidente Jair Bolsonaro deve ir a Dallas, nos EUA, na semana que vem. Existe uma negociação para que seja transferida para a cidade texana a entrega do prêmio de Personalidade do Ano, conferido a ele pela Câmara de Comércio Brasil.

https://www.bbc.com/portuguese/geral-48162188

3 COMENTÁRIOS

  1. […] A carta aberta faz referência à oposição de Di Blasio, prefeito de esquerda de NY à homenagem a Bolsonaro em maio de 2019. Conhecidamente como militante de esquerda do Partido Democrata, pró sandinista, “no primeiro ano no cargo, de Blasio também declarou que boicotaria uma parada anual do Dia de São Patrício, porque os organizadores proibiram os manifestantes de portarem cartazes” pró agenda homossexual”.https://ipco.org.br/a-margem-da-homenagem-a-bolsonaro-prefeito-de-ny-pro-sandinista-e-tambem-homofob… […]

  2. Esse “prefeito” nova-iorquino só faz homenagem aos carcereiros cubanos e bate palmas para o “comandante” guerrilheiro Daniel ortega , casos de urgência para psiquiatras logicamente que para os transportar : camisa de força a rigor!

  3. Excelente esta decisão dada a Público pelo porta voz do Presidente da República Sr. Otávio Santana do Rego. Tal decisão brilhou no meio da confusão contemporânea e ressaltou a grandeza da Honra que o Brasil deve ter sempre em face desta esquerda mundial que se diz “democrata” Que Deus proteja acima de tudo a nossa diplomacia e nossos dirigentes atuais. Brasil sim, esquerda jamais.

Deixe uma resposta