Breves: Província de Saskatche (Canadá) encerra mandato de vacina

1

O freedom convoy 2022 (comboio da liberdade) mobilizou caminhoneiros canadenses vacinados e não vacinados: eles se unem em protestos contra o Mandato de Vacina socialista de Trudeau.

Encerrando o ditatorial mandato de vacina

Província de Saskatchewan adere

O primeiro-ministro de Saskatchewan, Scott Moe, diz que sua província encerrará em breve as medidas do COVID-19 que impactaram a vida cotidiana das pessoas nos últimos dois anos.

“O COVID não está terminando, mas as restrições do governo sobre seus direitos e liberdades, essas estarão terminando e terminando muito em breve”, disse Moe em um vídeo postado no Twitter em 2 de fevereiro.

Ultimamente, o primeiro-ministro vem atualizando o plano de seu governo de eliminar todas as restrições do COVID-19, incluindo passaportes de vacinas e comprovação de requisitos de testes negativos. Em 29 de janeiro, ele emitiu uma declaração em apoio aos comícios de caminhoneiros pedindo o fim dos mandatos de vacinas.

Obsessão covid e pressão da opinião pública

“Estou preocupado que o COVID sendo o tópico constante de conversa e ditando nossas vidas diárias tenha um impacto negativo a longo prazo em cada um de nós nesta província”, disse ele.

Ele observa que a “intrusão diária do governo na vida das pessoas, ceticismo em relação a qualquer coisa remotamente positiva relacionada ao COVID, esse estado perpétuo de crise está causando um impacto prejudicial a todos.”

Moe disse que a decisão de encerrar as restrições também se deve às mensagens que ele e seus MLAs têm ouvido da “maioria de seus eleitores”.

***

A pressão midiática favoreceu a ditadura e lockdowns. É hora de bom senso. Scott Moe argumenta que não faz sentido manter o passaporte sanitário quando os vacinados também contraem e transmitem o coronavírus.

Fonte: https://www.theepochtimes.com/covid-not-ending-but-restrictions-on-rights-and-freedoms-will-saskatchewan-premier_4255461.html?utm_source=CCPVirusNewsletter&utm_medium=email&utm_campaign=2022-02-04

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta