Parece incrível, mas depois de contrariar, através do aborto, o direito de nascer, os inimigos da vida humana pretendem agora também negar aos meninos o direito de fazer o barulho razoável para sua idade. Em algumas cidades, chega-se ao absurdo de adotar a lei do toque de recolher para menores de 16 anos!

A expressão “direito de” está se vulgarizando de tal modo que quase perdeu o sentido. Fala-se em direito dos animais, direito dos índios, direito dos quilombolas, direito de dizer bobagens, etc. Só não se fala suficientemente de direito à vida, porque significaria banir o aborto: os nascituros e os recém-nascidos são discriminados, e por vezes mortalmente discriminados.

Agora os inimigos da vida e de suas manifestações inventaram novo tipo de discriminação, pela qual uma criança não pode fazer barulho. Sem dúvida, exigir de um menino que não faça ruído, desde que seja o aceitável para sua idade e condições, não é de bom senso.

Alguém não acredita? Leia esta resenha de matérias extraídas da imprensa diária.

• Na ordenada Suíça, barulho é quase crime, mesmo que venha de crianças. O tema agora ganhou dimensão política ao ser debatido em toda a Europa, obrigando especialistas e associações de vizinhos a reabrir o debate sobre o papel da criança na sociedade¹.

• No ano passado, um tribunal da cidade suíça de Wädenswil ordenou que um campo de futebol fosse fechado nos fins de semana com cadeados para impedir que as crianças jogassem bola. Motivo: os vizinhos alegavam que o barulho acabava com a tranquilidade do bairro. A decisão se transformou em uma polêmica nacional e os cidadãos devem ir às urnas para se posicionarem sobre o transcendental assunto.

• De um lado, há os que se queixam do barulho feito em creches e parques. De outro, associações apelam para o “direito de fazer barulho” das crianças.

• Na Alemanha, o governo decidiu em 2011 modificar de forma dramática as leis nacionais. Até então, sinos de Igrejas, tratores para limpar a neve e sirenes estavam fora das regras contra a poluição sonora, mas o barulho de crianças levava até ao fechamento de creches, diante da quantidade de queixas registradas.

• Berlim, em 2010. Nas residências, crianças teriam de continuar a respeitar horários, além de evitar barulho aos domingos. Parece incrível não? Será que essa gente já teve infância?

• Cidades como Kehrsatz, Interlaken, Zurzach e Biel são algumas das localidades suíças que adotam a lei do toque de recolher para menores de 16 anos.

• “Parques estão sendo fechados, decisões judiciais estão fechando campos de futebol”, alertaram Philipp Kutter e Johannes Zollinger, do Parlamento de Zurique².

Os bebês vão perdendo o direito de se manifestar, realizando o que diz um provérbio: as lágrimas que correm são amargas, mas muito mais amargas são as lágrimas que não correm! Ou os autores dessa regulamentação não tiveram infância?

Uma casa sem crianças é um túmulo, diz o ditado, e é isso o que desejam os autores destes regulamentos? Como pondera uma antiga sentença chinesa: quem tem muito dinheiro sem ter crianças, não é rico; quem tem muitos filhos sem ter dinheiro, não é pobre.

Palavras de sabedoria! Pois diz um Salmo: os meninos são uma herança de Deus³.

———–

¹O Estado de S. Paulo, 21 de abril de 2013.
²Os dados aqui transcritos foram extraídos em parte de artigo de Jamil Chade, Europeus discutem ‘direito ao barulho’, publicado em O Estado de S. Paulo, em 21 de abril de 2013.
³Salmo 127, 3.

12 COMENTÁRIOS

  1. Antigamente, quando eu fazia barulho, bem como quando não ia dormir às 8, eu tomava uma surra, e isso sempre foi normal.
    Falar na escola era motivo de palmatória.
    E agora vem esse grupo de “conservadores” condenando isso.
    Menor de 16 aos não tem nada que ficar zanzando na rua, se metendo com drogas e sabe-se lá o que.

  2. São os que, tendo olhos e não querendo ver, e tendo ouvidos e não querendo ouvir, que elegem os seus próprios algozes, o Partido das Trevas. Desde que o Partido das Trevas assumiu, o país está em queda vertical; e isso é só a ponta do iceberg; o pior ainda está oculto. Chegará o momento em que não se poderá mais esconder os rombos catastróficos. Este país está à beira de uma hecatombe. As serpentes nos meios políticos se metamorfoseiam, digo, se camuflam mais astutamente que camaleões… O povo escolhe seus algozes por uma cesta básica e nem se dá conta de que planta e implanta o mal neste Jardim do Eden. Quem foi que disse que o Filho Rebelde perdeu a batalha ? São Miguel Arcanjo venceu a (sua) batalha, mas não confundam: nós não somos São Miguel, e cabe a cada um vencer sua própria… Ninguém construirá para nós o Paraíso; isso é uma tarefa para os que têm corpo, alma e espírito. Ou reagiremos, com honestidade, justiça e ética, ou este país se transformará numa terra de zumbis.

  3. É de ficar da boca aberta, diante do últimos acontecimentos no mundo! Jesus amado, socorro; só o Senhor para parar esta guerra brutal contra os mais indefesos. Cegos! Para eles não basta os assassinatos por aborto dos pobres inocentes: veja as mortes que foram praticadas só nos EUA, mais de 55. 000. 000. Imagine no mundo. Meu Deus! Precisa de uma terceira guerra oficializada? Ela já esta acontecendo a muito tempo. Mudaram o tipo de arma, não usão mais fuzis, metralhadoras, canhões, ogivas nucleares, de neutro; mas bisturis, solução de cloreto de sódio, aspiradores e outros metodos para matar indefesos, que não pode se defender, uma guerra de baixo custo para os inimigos. E que movimenta milhões de dolares para os donos dos frigorifícos humanos, as clinicas. Agora, até isto? Ceifam a vida humana, em todos os sentidos. É uma pena que estes não conseguem enchergar. Cegos pelo diabo. Escravos do pecado e instrumentos do mal. Só o ódio parece mover estas mentes. A inocencia de uma criança, acusa cada deles, diante de Deus. Os que estão a serviso do mal, cada vez mais ousadamente levanta contra os filhos de Deus. Só nos resta agir naquilo que podermos e fazer orações ao Senhor, para abreviar estes tempor terriveis em que vivemos e principalmente a começar de nós, converter a Deus de todo coração, e não da boca pra fora. Que Nossa Senhora e os santos anjos nos ajude nesta batalha. Salve Maria!

  4. Vanessa :

    Eu concordo com praticamente todos os argumentos do autor do artigo. Acompanho o trabalho do instituto Plínio Correa e agradeço a Deus pelo trabalho de vocês. Graças a grupos como vocês os católicos estão acordando para nossa realidade e tomando coragem para ser cristão. Mas gostaria de chamar a atenção para alguns pontos. Aqui no Brasil, em algumas cidades, também há o toque de recolher para menores de 16 anos, e vejo como uma coisa muitíssimo benéfica para os adolescentes e para a família. Em Poços de Caldas, MG, a guarda municipal passa recolhendo os adolescentes que ficam pela cidade bebendo à noite, se agarrando pelos cantos, fazendo sexo na rua e usando drogas e os levam pra casa. Acho uma coisa muito positiva. Eu não sei o que adolescentes dessa idade estão fazendo nas ruas à noite, coisa boa não é. É uma situação muito diferente, na minha opinião, do motivo principal desse artigo, que é a opressão ao direito de ser criança, e portanto fazer barulho, e aos direitos dos animais que vem sendo mais protegidos que nossas crianças. Concordo plenamente quanto a isso. Mas tem que se tomar cuidado, não na Europa, mas aqui no Brasil, que a liberdade não seja confundida com libertinagem. É normal e saudável que as crianças façam barulho, brinquem, corram, gritem. Mas em alguns lugares no Brasil, como nas escolas (digo isso porque sou professora e vivo na pele o desrespeito pela educação), as crianças e os adolescentes tem achado seu direito fazer barulho e algazarra o tempo todo. Acima de tudo é preciso saber educar nossas crianças para que elas tenham o tempo de brincar, o tempo de gritar, o tempo de conversar, o tempo de calar, o tempo de ouvir, o tempo de estudar, o tempo de se divertir e o tempo de obedecer.

    @Vanessa

    Concordo plenamente com seu comentário Vanessa. Parabéns

  5. É lamentável tudo isto que anda ocorrendo. Estou de acordo com os pareceres de Danilo e Sr.Abrahão. O ditadoriais de leis querem mudar a lei de Deus e da natureza.
    No cemiterio, está o silencio pois alí descansam os que já cumpriram a sua missão na terra.
    Gosto do silencio dos cemiterios, mas as crianças e adolescentes precisam de seus direitos
    naturais de expandir seus anseios e alegrias.
    Mas proibir crianças e adolescentes de manifestarem a sua vivência com atitudes alegres e descontraídas é um crime. É realmente obra do demonio.
    É muito impressionante mesmo tudo isto. Precisamos realmente orar por estas mentalidades
    ocas e satánicas de quererem tirar esta liberdade de Deus nas crianças e adolescentes

  6. Incrivelmente me lembrei de Edir Macedo, famoso líder que fala em nome de Deus, mas age em nome do diabo, a favor do aborto, e por isso deve apoiar esse tipo de aberração

  7. Eu concordo com praticamente todos os argumentos do autor do artigo. Acompanho o trabalho do instituto Plínio Correa e agradeço a Deus pelo trabalho de vocês. Graças a grupos como vocês os católicos estão acordando para nossa realidade e tomando coragem para ser cristão. Mas gostaria de chamar a atenção para alguns pontos. Aqui no Brasil, em algumas cidades, também há o toque de recolher para menores de 16 anos, e vejo como uma coisa muitíssimo benéfica para os adolescentes e para a família. Em Poços de Caldas, MG, a guarda municipal passa recolhendo os adolescentes que ficam pela cidade bebendo à noite, se agarrando pelos cantos, fazendo sexo na rua e usando drogas e os levam pra casa. Acho uma coisa muito positiva. Eu não sei o que adolescentes dessa idade estão fazendo nas ruas à noite, coisa boa não é. É uma situação muito diferente, na minha opinião, do motivo principal desse artigo, que é a opressão ao direito de ser criança, e portanto fazer barulho, e aos direitos dos animais que vem sendo mais protegidos que nossas crianças. Concordo plenamente quanto a isso. Mas tem que se tomar cuidado, não na Europa, mas aqui no Brasil, que a liberdade não seja confundida com libertinagem. É normal e saudável que as crianças façam barulho, brinquem, corram, gritem. Mas em alguns lugares no Brasil, como nas escolas (digo isso porque sou professora e vivo na pele o desrespeito pela educação), as crianças e os adolescentes tem achado seu direito fazer barulho e algazarra o tempo todo. Acima de tudo é preciso saber educar nossas crianças para que elas tenham o tempo de brincar, o tempo de gritar, o tempo de conversar, o tempo de calar, o tempo de ouvir, o tempo de estudar, o tempo de se divertir e o tempo de obedecer.

  8. É isso, o que se quer é transformar o mundo num imenso túmulo. As pessoas rejeitam a herança de Deus. Aqueles que sabendo disso não se manifestam estão com o pé na cova.

  9. Mais uma vez lemos passiveis o avançar dos truculentos “no sense”.
    Até quando apenas um dos lados ditará as demandas para o convívio da sociedade?

  10. Tudo isso é coisa do demonio, o demonio tem medo da pureza das crianças, ele as odeias. Por isso ele cria essas leis abusurdas, para assim fazer nossas crianças sofrerem. Oremos por São Miguel, São Rafael e todos anjos e santos, para expulsarem satanás das nossas autoridades. e da face da terra. Oremos, para que Deus destrua o plano dos demonios

  11. O politicamente correto está dando nojo, onde vamos parar? inversão total de valores, o que era certo torna-se errado e o errado torna-se certo?!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome