Vai repercutindo na midia e redes sociais o infeliz, preconceituoso e antipatriótico comentário do Grupo Bandeirantes de Comunicação, lido por Eduardo Oinegue no Jornal da Band, em 20 de março, — contra a Nota de nossa Chancelaria (Ernesto Araújo) e o Deputado Eduardo Bolsonaro — a propósito da insultante declaração do embaixador chinês.(1)

Como a China tem feito sua infiltração na midia brasileira e americana?

Vejamos os fatos.

O Acordo da Band com estatal Grupo de Midia da China: frases de Xi Jinping

“Band fecha acordo com TV estatal chinesa

“Contrato prevê produções conjuntas e compartilhamento; BandNews e Arte 1 exibirão ‘Frases Clássicas Citadas pelo Presidente Xi Jinping

“SÃO PAULO – Rede Bandeirantes assina na próxima segunda (11) (novembro de 2019) um acordo de cooperação com o Grupo de Mídia da China, estatal criada no ano passado para reunir alguns dos principais ativos de televisão do país, como a rede aberta CCTV e o canal internacional de notícias CGTN”. (2)

Governador João Doria elogia a parceria Band China
 
João Doria
 
@jdoriajr

 
“Parabéns ao Grupo Bandeirantes pelo acordo assinado com o China Media Group, gigante chinesa de comunicação no rádio e TV. Parceria que estreita as relações entre Brasil e China. O Governo de SP trabalha p/ ampliar ainda mais os investimentos de empresas chinesas em nosso Estado”. (3)
 
A infiltração da propaganda chinesa na midia dos EUA
 

O sofisticado serviço de propaganda da China na medula do Ocidente

Uma investigação revelou que o Washington Post, o New York Times e muitas outras publicações, aparentemente, aceitaram milhões da China comunista para publicar propaganda chinesa calculada para dar a impressão de “naturalidade”.

É hora de falarmos sobre a desinformação chinesa paga publicada em jornais ocidentais“O China Daily, porta-voz oficial do Partido Comunista Chinês, publicou centenas de artigos de propaganda projetados para parecerem notícias comuns em alguns dos jornais mais influentes da América”.

A China violou a Lei de Registro de Agente Estrangeiro (FARA)

“Embora agentes estrangeiros possam colocar anúncios nos Estados Unidos, o meio de propaganda (chinês) violou repetidamente a Lei de Registro de Agente Estrangeiro (FARA) ao não fornecer divulgações completas sobre suas compras”. (4)

O comentário da Band tem a acidez própria aos regimes comunistas. Onde fica a bondade brasileira?
 
A inteligência e intuição brasileiras logo perceberam o grau de acidez — próprio ao regime comunista de Pequim — no comentário da Band: brutalidade, descompostura e acusações pessoais infundadas.
 
Diz a Band: “A provocação desnecessária de um deputado irresponsável (sic), seguida por um chanceler idiotizado (sic),(…) Por quanto tempo ainda veremos um idiota (sic) ocupar a cadeira de Rio Branco, Afonso Arinos e San Tiago Dantas? Essa é a opinião do Grupo Bandeirantes de Comunicação” (1).
 
Leitor brasileiro, você se reconhece nessa linguagem insultante da Band para com o nosso próprio Brasil?  Uma analogia de método, de espírito, de linguagem com os comunistas — será um fruto do acordo Band-China em novembro de 2019?
 
Responda a Band: o PCC representa o povo chinês?
 
Se o PCC representa o povo chinês quando foi a última eleição livre da China?
Quantos milhões de votos elegeram Xi Jinping? Quem o conferiu mandatário perpétuo (ditador) da China?
Os Acordos com a China são acordos com o PCC. Os acordos com estatais chinesas são acordos com o PCC.
E ainda a virulência do comunicado da Band ousa afirmar que o Deputado Eduardo Bolsonaro e o Chanceler Ernesto Araújo ofenderam o “povo” chinês?
 
O Itamaraty, sob Ernesto Araújo, continua nas vias do Barão do Rio Branco
 
Parece que a Band não entendeu bem a missão histórica do Barão do Rio Branco a quem devemos nossas fronteiras, nossa soberania neste vasto território.
O que faz o atual Itamaraty, sob a chefia de Ernesto Araújo, senão reafirmar nossa soberania face à insolência do embaixador da China comunista?
Ao contrário da Band vejamos um nexo de continuidade histórica entre Rio Branco e o atual Itamaraty: preservar nossa soberania, nossa independência, nossa Honra de Nação nascida sob o Signo da Cruz.
O Cristo Redentor e Nossa Senhora Aparecida quiem nossos governantes na defesa do Brasil e de nossa missão providencial no Mundo Livre.
Longe de nós a acidez, rancor e ódio próprios a Stalin, Mao ou seus atuais seguidores.
 
(1) https://www.bol.uol.com.br/entretenimento/2020/03/20/crise-com-china-band-chama-eduardo-de-irresponsavel-e-araujo-de-idiota.htm

(2) https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/11/band-fecha-acordo-com-tv-estatal-chinesa.shtml

(3) https://twitter.com/jdoriajr/status/1193934008687714304?s=19

(4) https://ipco.org.br/a-nova-arma-de-propaganda-da-china-500-paginas-insuspeitas-em-seis-jornais-americanos/

 

 

3 COMENTÁRIOS

  1. Que bom que, pelo menos, a quantidade de “dodóis caçadores de comunistas” não é tão grande assim, no Brasil. Ernesto Araújo é um idiota, Eduardo Bolsonaro é irresponsável e dizer isso não ofende aos brasileiros, no geral. Ambos jamais defenderam a soberania nacional, de modo algum, em suas vidas públicas. Não passam, os dois, de raivosos preconceituosos que nada acrescentam ao país. Se não, aponte-me uma contribuição xsequer de qualquer dos dois, para a soberania nacional e para o bem-estar de nosso povo.

Deixe uma resposta