A desgastada balela — orquestrada pelas esquerdas — do antagonismo entre nazismo e comunismo foi, há muito, desmentido pela História. Temos documentado, mais de um milhar de artigos do Legionário, publicados nas décadas de 30 e 40 sobre as afinidades entre os dois extremismos: ambos pagãos, idolátricos do Estado, materialistas.

***

Alemanha Nazista de Hitler

“Além da parte negativa de sua campanha contra a Igreja, do fechamento de conventos, de escolas confessionais católicas, da extinção da imprensa católica, da prisão de Sacerdotes e de leigos militantes, do confisco de bens eclesiásticos e da desmoralização do Clero secular e regular, houve o trabalho positivo da criação de uma nova moral nacional-socialista, para substituir a moral cristã. Que os princípios norteadores dessa nova “moral” merecem os maiores encômios da parte de Stalin, verão os nossos leitores pelos seguintes trechos retirados do importante livro-documentário “El Cristianismo en el tercer Reich”, de Testis Fidelis (pseudônimo do Padre Walter Mariaux):

“O Estado pagão nacional-socialista e totalitário não pode reconhecer nenhuma esfera religiosa própria, independente, nem em público, nem no campo da piedade individual e da liberdade pessoal de consciência. Por isso, também neste terreno marcha para diante com uma lógica sem contemplações.”

“As manifestações de uma vida religiosa católica florescente são objeto especial do ódio do nacional socialismo.

“Coisas que são tão caras ao povo católico, como as procissões, as peregrinações, os exercícios espirituais, as devoções em honra do Redentor, da Santíssima Virgem e dos Santos, são ridicularizadas sistematicamente e cobertas de mofa e de escárnio.”

Fonte: https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LEG_450128_presentes_de_hitler_a_stalin.htm

***

China comunista de Xi Jinping

“Juntamente com as ordens de proibir reuniões religiosas para impedir a propagação do COVID-19, o governo chinês também aumentou a censura de informações religiosas na Internet, proibindo a pregação e outros serviços on-line .”

“Junto a essas medidas, o PCCh exige que o clero das igrejas estatais estude a política de “sinicização” da religião do Presidente Xi Jinping, integre-a em seus sermões e prove sua lealdade ao governo.”

Escreva 2 mil caracteres elogiando o socialismo

“Em 13 de abril, o Departamento de Trabalho da Frente Unida do condado de Huantai, em Zibo, uma cidade na província de Shandong, emitiu uma ordem chamando grupos religiosos e membros do clero do condado para expressar seu “amor pelo país e pela Comunidade”

Saint Jean-Gabriel de Perboyre, mártir, 1840

E “incentiva as pessoas de fé a expressarem seu apoio ao governo em textos não inferiores a 2.000 caracteres chineses, “mantendo os principais valores socialistas e a religião” política de sinicização como orientação “.

***

Os leitores interessados em mais dados sobre a perseguição religiosa, na China de Xi Jinping, consultem os artigos de nosso Site.  E ainda temos ingênuos e velhacos que fazem propaganda da China em nosso País!

Nazismo e comunismo são inimigos e perseguidores crueis da Santa Igreja.

Deixe uma resposta