Desta vez as acusações contra a China, feitas pelo presidente Trump, foram diretamente na ONU. Encobrir o vírus, disseminá-lo a partir dos vôos de Wuhan, encobrir a sua transmissão humano a humano.

Muitos países sofreram com a má qualidade dos suprimentos médicos chineses. Nosso Site tem informado, inclusive consequências no nosso Brasil.

Máscaras KN95 não têm a qualidade profissional das N95 americanas

“Até 70 por cento das máscaras KN95 importadas da China não atendem aos padrões de saúde dos EUA e podem colocar em risco os profissionais de saúde e pacientes, concluiu uma avaliação independente de produto médico.

“Como o nome sugere, as máscaras KN95 devem ser capazes de filtrar 95 por cento das partículas perigosas no ar. As máscaras, que não são oficialmente certificadas pelas autoridades dos EUA, são a versão chinesa do modelo N95.

“Mas testes recentes determinaram que entre quase 200 máscaras KN95 importadas da China, 60 a 70 por cento delas são “significativamente inferiores” e não correspondem às alegações de embalagem.

Alerta de Segurança

“A análise amostrou 15 fabricantes chineses que abastecem os principais hospitais e sistemas de saúde dos EUA, de acordo com o ECRI Institute da Pensilvânia, um grupo de defesa da segurança do paciente que divulgou as descobertas em 22 de setembro. A queda na qualidade levou o ECRI a emitir um alerta de perigo.

“Esses alertas são geralmente reservados para situações em que “os profissionais de saúde precisam ser informados imediatamente”, disse o presidente e CEO da ECRI, Marcus Schabacker, ao Epoch Times em uma entrevista.

“A ECRI começou a testar as máscaras em abril a pedido de hospitais que começaram a se abastecer com esses fornecedores chineses, disse Schabacker.

Milhares de empresas iniciantes de manufatura surgiram na China para servir como canais de suprimentos médicos – que estavam em terrível escassez após a pandemia. As máscaras KN95 chinesas estão entre os produtos mais importados para os Estados Unidos, disse o instituto.

Atualmente, existem cerca de 35.000 fornecedores de máscaras na China, de acordo com as estimativas de Schabacker.

Não são seguras e eficazes contra a covid-19

“Estamos descobrindo que muitos não são seguros e eficazes contra a disseminação do COVID-19”, disse Schabacker em um comunicado. Ele acrescentou que os prestadores de cuidados de saúde precisam “fazer mais diligências antes de comprar máscaras que não são feitas ou certificadas na América”.

“Como um segundo defeito, todas as máscaras chinesas testadas pela ECRI têm alças de orelha em vez do design da faixa de cabeça ou pescoço, que poderia selar a máscara mais firmemente contra o rosto – conforme exigido pelo Instituto Nacional de Segurança e Saúde Ocupacional (NIOSH), o Agência federal dos EUA que supervisiona a segurança no local de trabalho.”

***

Cabe aqui um processo de indenização movido contra os produtores chineses. Não se deve parar apenas de usar as máscaras chinesas: afinal é uma questão fundamental de saúde pública.

***

Vamos a mais detalhes da notícia: “O instituto sugeriu que os profissionais de saúde usassem respiradores certificados pelo NIOSH e apenas usassem KN95s ou outras alternativas como “último recurso”. Essas máscaras ainda podem oferecer um nível mais alto de proteção do que as máscaras cirúrgicas ou de pano e podem ser adequadas para a equipe médica não envolvida com “procedimentos de alto risco” – como intubação, sucção das vias aéreas ou esfregaço de pacientes, disse Schabacker.””

Embora os padrões de qualidade chineses para essas máscaras sejam essencialmente os mesmos dos Estados Unidos, “não há garantia de que o que você comprar atenderá aos requisitos de filtragem KN95”, diz o alerta.

***

É inconcebível que o Mundo Livre não abra processos contra os produtos médicos defeituosos chineses. E onde está a OMS, que deveria cuidar da saúde mundial? Mais uma lição para o Brasil: OMS é aliada da China, do PCCh.

Certamente o governador João Doria e os governadores petistas … vão fingir o desconhecimento … e continuarem na defesa de Xi Jinping, advogando as garras da Huawei no território nacional.

O Brasil será grande, como observou o presidente Bolsonaro, na ONU, guiado pelos Valores Morais de nossa Tradição cristã. Nossas alianças, nossa confiança vão para as Nações Livres do Mundo Livre.

Fonte: https://www.theepochtimes.com/up-to-70-percent-of-kn95-masks-from-china-not-meeting-health-standards-researchers-say_3511928.html?utm_source=CCPVirusNewsletter&utm_medium=email&utm_campaign=2020-09-24

Deixe uma resposta